Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vila Nova volta a vencer em casa e frustra estreia de Vadão

Mesmo com pênalti perdido por Roni, time goiano conseguiu vencer o São Caetano no Serra Dourada

Gazeta |

AE
Leandro Cearense vibra com seu gol contra o São Caetano
O Vila Nova encerrou um pequeno jejum nesta sexta-feira. Depois de um empate e uma derrota nos últimos jogos como mandante, o time voltou a vencer no Serra Dourada: 2 a 0 contra o São Caetano , que estreou o técnico Vadão.

O destaque negativo foi o atacante Roni. Assim como no duelo contra o Icasa , o experiente jogador desperdiçou um pênalti. Desta vez, o jogo já estava decidido e a defesa de Luiz, aos 43 minutos do segundo tempo, não impediu a vitória.

O triunfo, obtido graças a gols de Ricardinho (na verdade, Thiago Martinelli marcou contra) e Leandro Cearense, o time goiano chegou aos 14 pontos e está provisoriamente na sétima posição da Série B. Já o Azulão tem dez, está em 14º e pode entrar na zona do rebaixamento no complemento da décima rodada.

O Vila Nova volta a campo na próxima sexta-feira, contra o Paraná, no Durival de Brito. O São Caetano joga antes, na terça-feira, contra o ASA de Arapiraca, no Anacleto Campanella.

O jogo
Vadão fortateleceu a marcação no meio-campo do São Caetano e dificultou as ações dos anfitriões no começo do jogo. Os chutes de fora da área eram uma arma perigosa dos goianos, mas a má pontaria e a segurança do goleiro Luiz impediam que o placar fosse aberto.

Aos 31 minutos, o zagueiro Thiago Martinelli ajudou. Após cobrança de falta de Ricardinho próxima ao bico esquerdo da grande área, o defensor desviou de cabeça e enganou o goleiro. O árbitro João Bosco Sátiro da Nóbrega creditou o gol ao meia do Vila Nova.

No segundo tempo, os visitantes seguiram com dificuldades na criação. O sistema defensivo, no entanto, apresentou mais falhas e o time da casa soube aproveitar. Aos 11 minutos, Luiz Fernando cruzou da direita e Leandro Cearense mergulhou sozinho para ampliar.

O São Caetano se lançou ao ataque e criou algumas oportunidades. Na melhor delas, Michel Alves fez ótima defesa após cabeçada de Allan, que apareceu sozinho na área. O lance de mais perigo da etapa final foi criado pelo Vila Nova. Aos 42 minutos, Thiago Martinelli fez pênalti. Na cobrança, Roni atirou no canto esquerdo de Luiz, mas o goleiro impediu o terceiro tento do Vila.

FICHA TÉCNICA
VILA NOVA 2 x 0 SÃO CAETANO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 8 de julho de 2011, sexta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: João Bosco Sátiro da Nobrega (PB)
Assistentes: Luis Filipe Gonçalves Correa (PB) e José do Nascimento Júnior (DF)
Cartões Amarelos: Henrique (Vila Nova); Kleber e Thiago Martinelli (São Caetano)

Gols:
VILA NOVA: Ricardinho, aos 30 minutos do primeiro tempo, e Leandro Cearense, aos 11 do segundo tempo.

VILA NOVA: Michel Alves; Henrique, Augusto e Jairo; Luizinho, Adilson, Bruninho (John Lennon), Ricardinho e Luiz Fernando (Wando); Roni e Leandro Cearense (Juninho)
Técnico: Hélio dos Anjos

SÃO CAETANO: Luiz; Artur, Jean Rolt, Thiago Martinelli e Diego Corrêa; Augusto Recife, Allan (Walter Minhoca), Souca e Kleber (Luciano Mandi); Antônio Flávio (Nunes) e Geovane
Técnico: Vadão

Leia tudo sobre: Vila NovaSão Caetanosérie b 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG