Tamanho do texto

Equipe goiana se recupera de derrota na estreia, enquanto time de Campinas sofre primeiro revés na Série B

Diante da sua torcida, o Vila Nova bateu a Ponte Preta por 3 a 1 e se recuperou da derrota na estreia para o Vitória. Os anfitriões, entretanto, não encontraram facilidade para sair com o triunfo. Três minutos após Luiz Fernando abrir o placar, a Ponte empatou com Ferrón. O gol da vitória saiu já na segunda etapa, com Augusto, de cabeça. Gil, aos 40, ampliou e tranquilizou os torcedores no Serra Dourada.

Na próxima rodada, o Vila viaja para encarar o Ituiutaba, que bateu o São Caetano. Já a Ponte, que manteve os três pontos conquistados com a goleada sobre o ASA na esreia, volta ao Moisés Lucarelli para enfrentar o Icasa.

Luiz Fernando comemora gol no Serra Dourada
AE
Luiz Fernando comemora gol no Serra Dourada

O jogo
Pressionado para conquistar os primeiros três pontos na competição, o Vila Nova foi para cima da Ponte nos primeiros minutos. Mas as investidas foram recompensadas já aos 13 minutos. Após pequena confusão na zaga campineira, Jorge Henrique recuperou a bola e rolou para Luiz Fernando, de primeira, abrir o placar.

A torcida no Serra Dourada, porém, não pôde comemorar por muito tempo. Cinco minutos mais tarde, após cobrança de falta, Ferrón subiu mais que todo mundo para empatar a partida.

O jogo, então, ficou bastante movimentado, com boas chances de gol para ambos os lados. Luiz Fernando tentou em chute cruzado, mas parou nas mãos de Júlio César. Em resposta, Tiago Luís invadiu a área pela esquerda e bateu rasteiro para boa defesa de Michel.

O atacante tentou de novo, aos 25, em chute de fora da área, que passou à direita do gol, assustando os anfitriões. O Vila Nova voltou a levar perigo, em cobrança de falta, mas Júlio César estava atento e saltou para buscar a bola no canto direito.

Antes do intervalo, ainda deu tempo da Ponte assustar em chute cruzado de Uendel, e do Vila responder com uma bomba de fora da área de Luiz Fernando, que passou perto do travessão.

A segunda etapa começou no mesmo ritmo intenso da primeira e logo aos quatro minutos o Vila ficou novamente à frente no placar. Após cobrança de escanteio, Augusto apareceu na pequena área e mandou de cabeça para o fundo da rede.

O gol deixou a Ponte nervosa e Wellington e Válber levaram amarelo. Do lado do Vila, Éder Lima foi advertido com cartão após puxar Tiago Luís pela camisa, na entrada da área. Na cobrança da infração, Renatinho chutou colocado, a bola desviou na barreira e passou perto do ângulo esquerdo.

Em busca do empate, Gilson Kleina promoveu as entradas de Ricardinho e Renan, nos lugares de Tiago Luís e Válber. As mudanças deixaram a Ponte mais ofensiva e a equipe levou perigo com Ricardo Jesus e Uendel.

As investidas do time campineiro deu espaço para o Vila contra-atacar. Gil, por duas vezes, tentou ampliar para o Colorado. A insistência do atacante foi premiada já aos 40 minutos, quando, em rápida descida da equipe pela direita, recebeu no meio e girou em cima da marcação para ampliar.

FICHA TÉCNICA - VILA NOVA-GO 3 x 1 PONTE PRETA-SP

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 27 de maio de 2011, sexta-feira
Horário: 21 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Fabrício Neves Correa (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e José do Nascimento Júnior (DF)
Cartões amarelos: Éder Lima, Adilson, Ricardinho e Jorge Henrique (Vila Nova); Wellington, Ferrón, Válber e Tiago Luís (Ponte Preta)

Gols : VILA NOVA: Luiz Fernando aos 13 minutos do primeiro tempo, Augusto aos 4 e Gil aos 40 minutos da etapa final
PONTE PRETA: Ferrón aos 18 minutos do primeiro tempo

VILA NOVA : Michel Alves; Henrique, Augusto, Éder Lima e Luizinho; Adilson, Ricardinho, Luiz Fernando (Pereira) e Jorge Henrique; Roni (Gil) e Betinho. Técnico: Heron Ferreira

PONTE PRETA : Júlio César; Guilherme, Wellington, Ferrón e Uendel; Xaves (Bruno Nunes), Josimar, Válber (Renan) e Renatinho; Tiago Luís (Ricardinho) e Ricardo de Jesus. Técnico: Gilson Kleina

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.