Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Videogame e outros passatempos distraem jogadores do Cruzeiro

Jogos de cartas, filmes e música são as diversões dos atletas nas viagens e durante a concentração

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Com o Mineirão em reformas, o Cruzeiro tem viajado até para jogar em casa, já que está mandando suas partidas em Sete Lagoas. Seja de ônibus ou de avião, os períodos longe da família são grandes. E para passar o tempo, são muitas as alternativas encontradas pelos jogadores. Videogame, cartas, filmes, iPod e livros estão entre os hobbies preferidos dos atletas.

O zagueiro Victorino e o armador Montillo são amigos desde os tempos de Universidad do Chile. E os jogadores mostram entrosamento também fora do gramado. Costumam dividir quarto nas concentrações e se divertem com jogos de videogame. Jogos de boxe, faroeste e de música estão entre os prediletos.

“Costumo concentrar com o Montillo, que também gosta de videogame. E temos vários jogos. Temos jogado mais os de música, de bandas e também os de atirar”, revela o uruguaio Victorino. O zagueiro disse que o rock é o principal estilo musical nos games. “Qualquer música que está no jogo eu gosto. O rock de todas as épocas, desde os de antigamente até os de agora”, revelou o defensor,

Tv Cruzeiro / Divulgação
Montillo (esquerda) e Victorino (direita) se divertem com videogame na concentração do Cruzeiro

Montillo curte tanto videogame que a comemoração de seus gols é inspirada no jogo Red Dead Redemption, em que um cavaleiro busca justiça no Velho Oeste norte-americano. O argentino tem imitado um cavaleiro galopando quando marca seus gols pelo Cruzeiro. “Com meus companheiros de Universidad (de Chile), já jogávamos esse jogo de videogame que tinha um cavalo. Vou continuar comemorando assim porque me traz sorte. Tenho que seguir da mesma maneira”, disse o argentino

undefined
Montillo se prepara para galopar depois de gol do Cruzeiro: comemoração inspirada em jogo de videogame
O lateral Diego Renan é outro que não larga o videogame. Só que o atleta prefere os jogos de esportes. “Gosto de jogos de tênis e de Fórmula 1”, revela.

Viagens
Durante as viagens de ônibus do Cruzeiro, muitos jogadores optam por assistir a filmes para passar o tempo. O filme Tropa de Elite 2 foi exibido algumas vezes, e a repetição não agradou a todos. “Geralmente eu levo o meu iPod, vou ouvindo música. Levo o iPad também. De repente assisto a um pouco dos filmes, o último não tem sido muito bom (risos). Tropa de Elite 2 é um filme muito bom, é legal demais, mas já vimos muitas vezes, já deu. O Gil já pediu para colocar de novo, eu vou ter que viajar dormindo”, brinca o experiente Gilberto.

O goleiro Fábio é um dos que não agüenta mais ver filmes repetidos nas viagens. “Eu coloco uma música e vou relaxando, quando vejo que o filme é repetido eu já grito ‘esse já passou’ (risos). Vamos colocando pilha e os caras mudam. A viagem passa rapidamente, porque vamos conversando, brincando. Isso sem falar o telefone, a internet. O importante é a alegria e a união durante as viagens para que no final das partidas estejamos mais felizes ainda, com um resultado bom”, completou o capitão cruzeirense.

Outra diversão dos atletas durante as viagens é um jogo de cartas chamado Uno (também conhecido como mau-mau). A prenda para quem perder é beber copos d´água. ”O Uno é um jogo interessante, eu gosto, os meninos jogam, o Rafael, o Pablo, Dudu. Quando eles estão jogando, às vezes eu participo também. É legal para passar o tempo e normalmente quem fica por último acaba bebendo um copo d’água. Se jogar dez partidas e você ficar por último em todas elas, vai beber bastante água. Ninguém quer ficar por último, aí é uma disputa boa”, disse Gilberto.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG