Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Victorino está acostumado às camisas celestes em sua carreira

Além do Cruzeiro e da seleção uruguaia, atleta já passou por outros times de camisas azuis na carreira

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Reuters
Victorino veste a tradicional camisa azul da "celeste olímpica" na Copa do Mundo da África do Sul
Na última quarta-feira o zagueiro uruguaio Mauricio Victorino foi convocado para defender a seleção de seu país em dois amistosos, contra Estônia e Irlanda. Nos compromissos internacionais o zagueiro não vai abandonar o azul do Cruzeiro, já que a camisa da seleção uruguaia tem a mesma cor, um pouco mais clara. Coincidentemente, o zagueiro já passou por outros times de uniformes com a mesma cor.

No Uruguai, seu país de origem, Victorino defendeu o Nacional, que tem um de seus uniformes azuis. Antes de chegar ao Cruzeiro, o defensor atuava pelo Universidad do Chile, equipe que tem a mesma cor. Agora no Cruzeiro, Victorino disse gostar da tonalidade na camisa. “O Nacional de onde eu saí era azul também. É uma linda cor e espero fazer o melhor também agora com as camisa do Cruzeiro e da seleção uruguaia”, disse o defensor.

O zagueiro disputou a última Copa do Mundo com a seleção uruguaia e já mira outro torneio importante neste ano. “Na metade do ano temos outra competição importante e é um dos meus objetivos participar da Copa América com a seleção do Uruguai. Mas sei que só terei essas oportunidades com o Uruguai se eu fizer um bom trabalho no dia a dia aqui no Cruzeiro”, ressaltou.

Victorino revelou que vem negociando com os dirigentes da seleção uruguaia para ser dispensado do segundo amistoso, contra a Irlanda, no dia 29. Tudo isso para poder ajudar o Cruzeiro no importante duelo contra o Guaraní, do Paraguai, pela Copa Libertadores, no dia 30. “Estou fora da partida com o América e estamos em negociação com o Uruguai para jogar pela seleção (o primeiro amistoso, contra a Estônia, no dia 25) e vir para cá para jogar pela Libertadores. Assim perderia só um jogo pelo Mineiro”, explicou.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroCampeonato Mineiro 2011Victorino

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG