Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vice-presidente da Fifa revela que primeiro-ministro britânico o convidou para almoçar

Jack Warner comanda a Concacaf, que fornecerá três votos que podem ser decisivos na escolha da sede do Mundial de 2018

EFE |

O vice-presidente da Fifa e presidente da Concacaf (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe), Jack Warner, afirmou nesta quinta-feira que o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, ligou para ele e o convidou para almoçar e impulsionar a candidatura da Inglaterra para sediar a Copa de 2018.

A Concacaf fornecerá três votos que podem ser decisivos na escolha da sede do Mundial de 2018, que será realizada em Zurique no dia 2 de dezembro.

A imprensa britânica recolheu nesta quinta-feira algumas declarações de Warner ao jornal "Newsday", de Trinidad e Tobago: "Cameron me chamou para pedir meu apoio à candidatura da Inglaterra e para almoçar com ele na semana que vem, na quinta-feira".

Warner revelou que ainda não decidiu seu voto, mas parece descartar as candidaturas conjuntas de Espanha e Portugal e de Holanda e Bélgica.

"Se Cameron puder superar a candidatura russa, que na minha opinião está ganhando força, não terá problemas. Não acho que tenha que se preocupar demais com os outros países", finalizou Warner.

Leia tudo sobre: copa do mundofutebol internacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG