Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vestiário do Santos no Palogrande está com cheiro forte de tinta

Como o iG já havia mostrado com exclusividade na última segunda, estádio Palogrande está cheio de entulho

Samir Carvalho, enviado iG a Manizales |

A diretoria do Once Caldas não retirou os entulhos no estádio Palogrande, que estão acumulados à beira do gramado. O iG mostrou com exclusividade na última segunda-feira as reformas no local, visando à disputa do Mundial sub 20, que terá início no dia 24 de julho, na Colômbia. Na ocasião, adminstração do estádio havia afirmado que o material de construção seria removido até a hora do jogo.

Além de ter mantido boa parte do material, a administração não resolveu outros problemas. As obras podem afetar o elenco santista, já que o vestiário do Santos está com cheiro muito forte de tinta. 

Desta forma, a partida entre Once Caldas e Santos nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), pelas quartas de final da Copa Libertadores da América, terá ao lado do banco de reservas: pedaços de madeira, areia, cimento e ferros espalhados. Poucas horas antes da partida, o banco dos visitantes, destinado ao Santos, ainda está ocupado por materiais de construção.

Diferentemente dos estádios brasileiros, o Palogrande não tem alambrados ou cercas que separam a torcida do campo. As obras estão na reta final, mas um dos setores de numeradas está interditado e não será utilizado nesta quarta-feira.

Samir Carvalho
O acesso a alguns setores está prejudicado por conta dos entulhos. Vestiários têm cheiro de tinta

 

Leia tudo sobre: SantosCopa Libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG