Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vendido, Bruno César diz que "não vai tirar" o pé no Corinthians

Meia prometeu empenho nas últimas rodadas do Paulistão antes de se apresentar ao Benfica

iG São Paulo |

Bruno César fez contra o Botafogo-SP no domingo sua primeira partida pelo Corinthians após confirmada sua venda para o Benfica, de Portugal. E depois do jogo em Ribeirão Preto ele prometeu empenho no Corinthians até a metade do ano, antes de viajar em definitivo para Lisboa.

Gazeta Press
Bruno César antes do jogo contra o Botafogo
“Conversei com o TIte e com todo elenco, me coloquei à disposição e tenho que cumprir meu contrato até junho. Se o Tite quiser me usar, estou à disposição. Eu quero ajudar. Não é por estar vendido que vou tirar o pé. Quero ganhar o titulo do Paulistão e vou batalhar para jogar e ser titular", disse Bruno César, que ficou no banco de reservas e entrou no segundo tempo do empate em Ribeirão Preto. "A transação foi boa para mim e para o Corinthians, mas agora estou focado só no Corinthians", completou.

Há uma semana, Bruno César esteve em Lisboa para assinar contrato por seis temporadas com o Benfica. Por não poder ser inscrito nas competições desta temporada, ele só estará à disposição do quadro português em julho, quando se abre a janela de transferências para entrada de jogadores na Europa. O Corinthians faturou cerca de R$ 2 milhões na transação envolvendo o jogador, que tinha 100% dos seus direitos econômicos atrelados a um grupo de investimentos.

"Depois de julho começo a pensar lá no Benfica. Agora sou 100% Corinthians. Estou focado, com a cabeça no Corinthians e quero sair com as portas abertas, ganhando título. Devo tudo ao Corinthians ao Andrés (Sanchez), ao Tite, ao Mano (Menezes), ao Adilson (Batista) que apostaram em mim".

Bruno César ainda pode fazer de três a seis jogos pelo Corinthians no Paulistão, dependendo do aproveitamento da equipe nas próximas fases. O time ainda joga contra São Caetano e Santo André na primeira fase. As quartas de final e a semifinal são disputadas em jogo único e a final em duas partidas. Tite não pretende utilizar Bruno César nas primeiras rodadas do Brasileirão, que começa no dia 22 de maio para o Corinthians, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

Leia tudo sobre: corinthiansbruno césarbenficamercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG