Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Venda de Falcão Garcia bate recorde no futebol português

Atlético de Madri pagou 40 milhões de euros pelo jogador, mas valor total da negociação pode chegar a 47 milhões de euros

EFE |

Os 40 milhões de euros que o Atlético de Madrid pagará ao Porto para contar com os serviços do atacante colombiano Falcão Garcia transformaram sua transferência na mais cara da história do futebol português.

O recorde foi destacado nesta sexta-feira por todos os jornais esportivos lusos em suas manchetes, ressaltando que o montante total da operação ainda pode chegar a 47 milhões de euros em função das variáveis estipuladas, o que superaria inclusive o valor da cláusula de rescisão, de 45 milhões.

A transação supera as transferências mais caras registradas até agora em Portugal, como a do brasileiro Anderson ao Manchester United (31,5 milhões de euros), as de Pepe, Di María e Fábio Coentrão ao Real Madrid (por cerca de 30 milhões) e a de Ricardo Carvalho ao Chelsea (30 milhões de euros).

Todos eles e o próprio Falcão têm em comum o empresário Jorge Mendes. O agente foi contratado pelo colombiano há poucos meses, segundo confirmou o próprio atacante nas redes sociais em junho. Além de Falcão Garcia, o representante português - que também defende os interesses de José Mourinho e Cristiano Ronaldo, entre outros - negociou a transferência de Rúben Micael, do Porto, para o mesmo Atlético de Madrid por cinco milhões de euros.

O meio-campo ofensivo, chamado com regularidade nas últimas convocações da seleção portuguesa por Paulo Bento, muda de ares na busca de novas oportunidades após um ano e meio no Porto. Segundo o clube madrilenho, Micael será cedido este ano ao Real Zaragoza.

A imprensa lusa também especulou nesta sexta-feira o interesse do Chelsea - treinado pelo ex-técnico do Porto, André Villas-Boas - em contratar o lateral uruguaio Álvaro Pereira e o meio-campo João Moutinho, outros destaques do clube português.

Leia tudo sobre: futebol mundialportugalportofalcão garcia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG