Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vencimentos do Atlético-MG não aumentarão com reforços, diz Maluf

De acordo com diretor de futebol do time mineiro, o orçamento do próximo ano será parecido com o de 2010

Gazeta |

O diretor de futebol do Atlético-MG, Eduardo Maluf, garantiu que mesmo com as contratações que o clube está efetuando para a próxima temporada, que a folha de pagamento não vai ser inflacionada. Segundo o dirigente, o orçamento para o próximo ano, será parecido com o de 2010. O segredo seria liberar atletas com altos salários para equilibrar a balança de pagamentos.

"Vão sair jogadores que tem salários altos e vão chegar essas seis contratações. E eu garanto que não vamos aumentar na folha mais que 5%, e ainda acho que vamos empatar, porque precisamos de mais três contratações. Nós vamos gastar a mesma coisa com os jogadores que estão saindo e com os que estão chegando", declarou em Maluf à "Rádio Itatiaia".

O mais cotado para deixar o clube é o goleiro Fábio Costa, que é considerado um jogador caro para os cofres do Atlético-MG, e que não deverá ser aproveitado pelo técnico Dorival Junior. No entanto, o jogador tem contrato com a equipe até o fim de 2011, e a diretoria terá uma conversa para definir a situação do atleta após o retorno das férias, o que acontece no dia 5 de janeiro.

Outro que pode deixar o elenco é o zagueiro paraguaio Cáceres, que tem uma proposta do Olimpia, do Paraguai, e deve ser liberado. Já o equatoriano Edison Méndez, recebeu sondagens do futebol do Qatar, mas a preferência do jogador e de voltar a atuar no seu país. Situação semelhante vive o zagueiro Jairo Campos, porém sua saída é mais complicada, pois ainda não surgiu uma proposta oficial pelo seu futebol.

Leia tudo sobre: atlético-mgorçamentomercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG