Alecsandro e Fágner fazem os gols da vitória cruzmaltina por 2 a 0 na estreia do Campeonato Carioca

O Vasco começou 2012 da mesma forma que terminou a temporada passada. Jogando na tarde deste domingo em Macaé, o time derrotou o Americano por 2 a 0, com gols de Alecsandro e Fágner , em sua estreia no Campeonato Carioca . Com o gramado de São Januário em reforma, o jogo foi disputado no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, o Moacyrzão. O zagueiro Rodolfo não foi inscrito a tempo e por isso acabou ficando fora.

Confira a classificação do Campeonato Carioca 2012

Diferentemente dos rivais Flamengo e Fluminense , o Vasco não poupou os titulares por causa da Libertadores. O lateral-esquerdo Thiago Feltri fez a sua estreia. Entre os titulares estava também o argentino Leandro Chaparro, reserva, mas aproveitado por Cristóvão Borges.

Veja também: Mesmo priorizando Libertadores, Vasco promete brigar no Carioca

A manutenção do elenco reforça a tese de que o Vasco é forte candidato ao título estadual. Campeão da Copa do Brasil, vice do Brasileiro e semifinalista da Copa Sul-Americana, a equipe de São Januário carece de ritmo de jogo para readquirir a confiança e consequentemente o bom futebol do ano passado.

E apostando no conjunto que o Vasco foi para cima do Americano, tentando o gol logo nos primeiros minutos. O time adversário, por sua vez, não deu tanto espaço para o adversário. Ainda sem Eder Luis, recuperando-se de uma fratura no pé esquerdo, Diego Souza atuou improvisado no ataque.

A primeira grande oportunidade de gol foi do Americano. Após cruzamento de Pedro, Hugo, de cabeça, acerta a rede, mas pelo lado de fora. O susto fez o Vasco acordar, tanto que a bola passou a chegar com mais perigo ao gol adversário. Chaparro também acertou a rede pelo lado de fora.

Aos 35, Alecsandro mostrou como se manda a bola para o fundo do barbante. Após jogada pela direita, Fágner cruzou à meia altura e encontrou o atacante, que mesmo desajeitado, escorou sem chances para o goleiro e abriu o placar. Na comemoração, ele, Diego Souza, Fellipe Bastos e Chaparro fizeram uma animada coreografia.

Leia também: Com dois de Jael, Flamengo estreia com goleada sobre o Bonsucesso

Não demorou muito e Fágner ampliou a contagem. O lateral recebeu pelo lado direito da área uma bola do zagueiro Dedé e, livre de marcação, invadiu a área e tocou na saída do goleiro. Foi o suficiente para levantar a arquibancada, que passou a cantar “o campeão voltou”. Isso aos 41 minutos da primeira etapa.

No segundo tempo, o técnico Cristóvão Borges manteve a formação inicial, mas pediu para o time dosar as energias. Com isso, o segundo tempo não teve tanta emoção. Enquanto o Americano tentava reagir, o Vasco administrava o resultado e pouco criava. Em alguns casos, apostava nos contra-ataques.

Veja ainda: Mistão do Fluminense derrota Friburguense com facilidade

Alecsandro teve até uma chance de ampliar, após cruzamento de Thiago Feltri, que, como estreante, queria mostrar serviço. Mas a cabeçada saiu fraca, nas mãos do goleiro. Uma cena curiosa foi a expulsão do meia Jonathan. Reserva e quase nunca aproveitado, ele substituiu Chaparro na metade do segundo tempo e cinco minutos depois agrediu um adversário e deixou o campo.

Com um jogador a menos, Cristóvão optou pela saída de Feltri para a entrada de Max, assim pôde recompor o setor defensivo para compensar a saída do meia. Não houve mais nenhum lance de perigo e o placar permaneceu o mesmo.

FICHA TÉCNICA - VASCO 2 X 0 AMERICANO
Local: Estádio Claudio Moacyr de Azevedo, em Macaé (RJ)
Data : 22/1/2012 (domingo)
Hora: 17h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Assistentes : Lilian da Silva Fernandes (RJ) e Andréa Izaura de Sá (RJ)
GOLS:
Vasco: Alecsandro e Fágner, aos 33 e 41 minutos do primeiro tempo

Cartões amarelos : Pachola e Evandro

VASCO : Fernando Prass; Fagner, Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri (Max); Nilton, Fellipe Bastos, Juninho e Chaparro (Jonathan); Diego Souza e Alecsandro
Técnico : Cristovão Borges

AMERICANO: Marcelo, Alex, Adalberto, Ricardo Braz e Márcio Loyola; Caetano, Paulo Vítor, Pedro (Tardelly) e Pachola (Marconi); Evandro (Wanderson) e Hugo
Técnico: Moacir Júnior

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.