Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Veja as rapidinhas do Fluminense

As breves notícias do time que venceu o São Paulo neste domingo e assumiu a liderança do Brasileirão

Gazeta Esportiva |

Tranquilidade - Para o técnico Muricy Ramalho, alguns dos pontos positivos do Fluminense são o ambiente que cerca o time e o comportamento dos jogadores. "Temos poucos dirigentes e isso facilita, não tem muita gente no vestiário nos acompanhando. A nossa parte disciplinar é muito forte", afirmou.

Estádio - O treinador ainda reclama da obrigação de abandonar o Maracanã para atuar no Engenhão durante o Campeonato Brasileiro. "A gente tinha a melhor média de público e depois fomos muito prejudicados em relação a público", declarou Muricy Ramalho.

Foco - Ele afirmou que não acompanhou detalhes do jogo entre Vitória e Corinthians no Barradão durante o confronto com o São Paulo. "Eu só tive noticias desse jogo depois, quando as pessoas falaram do tempo de jogo lá. Tem que se concentrar no que você está fazendo", afirmou.

Camisa 20 - O meia Deco chegou a correr risco de iniciar o jogo contra o São Paulo entre os reservas, mas Muricy escalou o astro como titular e não se arrependeu. "O técnico tem que ser correto. Ele ficou muito tempo no exterior e jogou só meio tempo contra o Goiás. Vou desistir do jogador?", questionou.

Exemplo - O treinador ficou satisfeito ao observar o estado de seus jogadores após a partida contra o São Paulo. "Temos que ter consciência das nossas limitações e fazer tudo mais que os outros. Precisa sair cansado e arrebentado, mas feliz. É assim que se ganha um campeonato", ensinou.

Eleição - O técnico Muricy Ramalho revelou que votou no árbitro Wilson Luis Seneme na eleição promovida pela CBF para escolher o melhor árbitro do Campeonato Brasileiro. Ele ainda apontou Sandro Meira Ricci, responsável por marcar o pênalti em cima de Ronaldo contra o Cruzeiro, como um dos principais.

Segredo - De maneira simples, o treinador apontou um dos motivos de seu sucesso. "Quando você fala, o jogador tem que respeitar e acreditar. Esse é o grande mérito do técnico. Pouco a pouco, estou conquistando isso no Fluminense. Acho que dou certo nos clubes porque fico mais tempo nos lugares e tenho chance de conhecê-los melhor", explicou.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG