Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vasco vê confronto com Madureira como jogo da afirmação

Equipe de São Januário projeta vitória para seguir na luta pela classificação às semifinais da Taça Rio

Gazeta Esportiva |

O Vasco deu sequência nesta sexta-feira à sua preparação para o duelo deste domingo, às 16h (horário de Brasília), contra o Madureira no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela terceira rodada da Taça Rio. Depois de estrear perdendo por 3 a 1 para o Macaé e se recuperar com um triunfo por 4 a 2 sobre o Duque de Caxias, a equipe vê o confronto do final de semana como o jogo da afirmação no Estadual. Ganhar é fundamental na luta pela classificação para às semifinais.

"Para nós, essa partida contra o Madureira se tornou de vital importância, pois conseguimos reencontrar o caminho das vitórias contra o Duque de Caxias e não podemos perder o rumo. Um novo tropeço vai nos deixar longe da zona de classificação mais uma vez. Já uma vitória pode nos colocar em uma excelente posição, dependendo da combinação de resultados da rodada. O mais importante, porém, é fazermos a nossa parte", analisou o goleiro Fernando Prass.

Autor de um golaço de falta contra o Duque de Caxias, o zagueiro Dedé concorda com o goleiro vascaíno sobre a importância de uma vitória sobre o Madureira. O jogador deseja dias tranquilos para que a equipe possa embalar.

"Só conseguimos duas vitórias consecutivas no Campeonato Carioca no fim da Taça Guanabara, quando não tínhamos mais chances de classificação para as semifinais do primeiro turno. Agora, a coisa muda de figura. Se ganharmos, vamos pegar moral para arrancarmos para as semifinais da Taça Rio e lutarmos pelo título, que é um dos nossos objetivos. Dessa maneira, ganhar do Madureira será estrategicamente muito importante para a nossa equipe, pois os pontos que perdemos para o Macaé ainda estão fazendo muita falta", comentou Dedé.

O meia Felipe lembrou que o Vasco precisa alcançar seis pontos para chegar menos pressionado no clássico da rodada seguinte diante do Botafogo, previsto para o dia 20 de março.

"Nós queríamos chegar com nove pontos no clássico, mas infelizmente isso não foi possível e agora precisamos lutar para alcançarmos os seis pontos. Não podemos pensar em outro resultado contra o Madureira que não seja uma vitória. A Taça Rio é uma competição de tiro curto e qualquer tropeço acaba ganhando grandes proporções. Já tropeçamos e agora temos que mirar apenas os três pontos", disse.

Dentro de campo, Ricardo Gomes já tem definida a escalação para o confronto diante do Madureira e duas modificações serão feitas em relação ao time que derrotou o Duque de Caxias. O lateral esquerdo Ramon, que cumpriu suspensão diante do representante da Baixada Fluminense, volta na vaga de Márcio Careca. Já o zagueiro Cesinha ganha a vaga de Anderson Martins, expulso na quarta-feira. Neste sábado um trabalho recreativo vai encerrar a preparação para a partida contra o Madureira. 21

Diego Souza

O Vasco deu entrada nesta sexta-feira nos últimos documentos para regularizar a situção do meia Diego Souza na Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (fferj). Apesar disso, o jogador não tem nenhuma possibilidade de enfrentar o Madureira, pois ainda faltam alguns aspectos burocráticos ligados à Federação Mineira de Futebol. O jogador foi contratado junto ao Atlético-MG e só deverá ter condições de estrear no clássico contra o Botafogo.

"Ainda não tenho condições de dar uma data para a estreia do Diego Souza, mas o importante neste momento é ele dar sequência ao trabalho que vem conseguindo realizar no clube. O atleta está se preparando com empenho para nos ajudar quando tiver condições de jogo", comentou Ricardo Gomes, que revelou estudar a escalação de Diego Souza mais recuado, como segundo homem de meio-de-campo. Foi assim que Diego se destacou para o futebol brasileiro defendendo as cores do Grêmio. O atleta também atuou desta maneira no Flamengo e no Fluminense.

Diego Souza vem participando de coletivos com a equipe de reservas e tem se destacado. No treino de quinta-feira, por muito pouco, ele não marcou um golaço, encobrindo o goleiro.

Leia tudo sobre: Campeonato Carioca 2011vascodiego souza

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG