Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vasco treina pesado para entrar com a faca nos dentes na Taça Rio

Goleada sobre América serve de combustível para time disputar o segundo turno fortalecido e brigar por título

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

O Vasco ficou fora da festa nas finais da Taça Guanabara. Único clube grande sem chances de conquistar o primeiro turno do Campeonato Carioca, o time agora carrega as baterias para a Taça Rio. Embalado pelos 12 gols marcados e nenhum sofrido nas duas últimas rodadas, fica uma certeza: o time vai se preparar durante o recesso forçado para entrar com a faca nos dentes na luta pelo segundo turno.

“É assim que eu penso. O Vasco é grande, não pode ficar fora das competições. Fomos mal na Taça Guanabara, recuperamos a confiança e vamos para a briga ainda no Carioca e na Copa do Brasil”, declarou o meia Jeferson.

O Vasco volta a campo somente dia 23, contra o Comercial-MS, pela Copa do Brasil. Até lá, o técnico Ricardo Gomes vai intensificar o aspecto físico dos jogadores. Existe a possibilidade ainda de um jogo-treino esta semana. Enquanto isso, o grupo, de estral renovado, só pensa em devolver ao torcedor orgulho vascaíno.

“Não ganhamos nada ainda. Mas a vitória ajuda a devolver ao Vasco a força que andava faltando. Vamos entrar a partir de agora pensando grande e sendo mais respeitados”, comentou o meia.

Destaque do time neste começo de temporada, Jeferson lamenta a ausência da equipe nas finais. Vivendo um dos melhores momentos desde a sua chegada à Colina, o jogador analisa os prós e contras deste período de inatividade. Por ele, o ideal era o Vasco estar disputando jogos. Porém, já que a campanha cruzmaltina não colaborou, o jeito é assistir às finais de camarote, mas sem se descuidar do condicionamento.

“Eu, particularmente, gostaria de estar jogando. O professor disse lá dentro (no vestiário) que vai castigar a gente na parte física. Então é hora de aproveitar a paralisação para fazer bonito no restante da competição e na Copa Brasil”, reiterou o meia vascaíno.
 

Leia tudo sobre: vascojeferson

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG