Tamanho do texto

Diego Souza destaca importância da movimentação com Bernardo para bola chegar limpa para Alecsandro

O Vasco espera um Coritiba explorando os contra-ataques, quarta-feira, em São Januário, na primeira partida da final da Copa do Brasil. Para isso, o técnico Ricardo Gomes quer surpreender a retranca adversária com bolas pelas laterais.

Parte do treino tático realizado na tarde desta segunda-feira foi bola aérea. O meia Diego Souza , que mais uma vez atuará improvisado no ataque, destacou a importância deste tipo de jogada.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Diego Souza jogará no ataque ao lado de Alecsandro
AE
Diego Souza jogará no ataque ao lado de Alecsandro
"Normalmente, quando se joga em casa, o adversário vem fechado, apostando nos contra-ataques. Com isso, não podemos desperdiçar as oportunidades durante a partida. Hoje, treinamos muito esta jogada para tentarmos surpreender o Coritiba aqui dentro", comentou o camisa 10.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

Com a ausência de Eder Luis , o Vasco terá uma formação diferente para o compromisso de quarta. Normalmente, Diego atuava na frente, mas no lugar de Alecsandro . Eder quase não desfalca o time vascaíno. Mas, desta vez, o esquema será diferente. E, além da dupla no comando de ataque, o artilheiro Bernardo terá a função de chegar com a dupla tornando o time mais ofensivo.


Diego analisa a diferença entre Eder e Bernardo. Para o meia, a maior dificuldade será a movimentação pelas laterais para a bola chegar em boas condições para Alecsandro.

"O Vasco perde muito, pois o Eder é muito rápido, cria chances. Com ele, o time tem conquistado as vitórias. Já o Bernardo joga mais por dentro do campo. Eu e ele vamos ver quem cai pelos lados do campo. A bola tem que chegar na frente para o Alecsandro.