Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vasco repete show contra Universitario e avança na Sul-Americana

Depois de estar perdendo por 2 a 1, time vira para 5 a 2 e mantém vivo sonho da tríplice-coroa

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

No dia em que Ricardo Gomes almoçou com os jogadores na concentração e Dedé completava 100 jogos, o Vasco conseguiu outra classificação heroica na Copa Sul-Americana. Jogando na noite desta quarta-feira em São Januário, o campeão da Copa do Brasil derrotou o Universitario, do Peru, por 5 a 2, depois de estar perdendo por 2 a 1, e manteve vivo o sonho da tríplice-coroa. Neste domingo, as atenções se voltam para o Campeonato Brasileiro. O time terá pela frente o clássico com o Botafogo, no Engenhão.

Vasco é vice-líder no Brasileirão. Veja como está a tabela

O jogo
Precisando vencer por diferença de três gols, o Vasco, com sua força máxima, foi para cima do Universitario desde os primeiros minutos. Incentivado pela torcida, o time queria repetir diante do time peruano o show contra o Aurora, da Bolívia, quando goleou o adversário por 8 a 3.

O jogo começou tenso. Com menos de dez minutos, cada equipe já havia recebido dois cartões amarelos. Elton era o jogador mais visado nos cruzamentos e bolas paradas. Tanto que aos 16, após lançamento de Eder Luis da direita, o atacante, de cabeça, conseguiu se antecipar aos zagueiros e mandar para o gol. Mas a bola tocou na rede pelo lado de fora.

O Vasco não desistia. Juninho Pernambucano era também a esperança de acertar uma falta ou um escanteio na cabeça de algum jogador na área do time peruano. E de tanto insistir, o vice-líder do Campeonato Brasieiro abriu o marcador. Aos 22, Juninho foié derrubado por Rabanal. Pênalti, que Diego Souza pediu a pediu para cobrar e converteu: 1 a 0.

Gazeta Press
Diego Souza comemorou seu gol, mas também foi expulso durante o jogo contra o Universitario

O gol deu confiança ao Vasco, mas os contra-ataques do Universitario eram perigosos. Tanto que aos 33 Ruidiaz empatou, ao completar cruzamento de Torres e contar com a colaboração do goleiro Fernando Prass, que falhou no lance: 1 a 1.

Gazeta Press
Clima do jogo foi quente o tempo inteiro
No fim do primeiro tempo, Juninho se desentendeu com os jogadores do Universitario e por pouco a pancadaria não rolou solta. Foi preciso a chegada da Polícia Militar para conter os ânimos. No entanto, dirigentes e jogadores não relacionados do time visitante foram hostilizados por torcedores próximos ao camarote da delegação adversária. A polícia, mais uma vez, interveio para evitar o pior.

Na volta para o segundo tempo, o juiz reuniu os jogadores das duas equipes e expulsou Diego Souza e Gonzalez ainda por conta da confusão generalizada.

Pior do que perder o seu camisa 10, o Vasco ainda viu o Universitraio fazer o segundo gol, com Ruidiaz - a bola desviou em Dedé antes de entrar. Mas o campeão da Copa do Brasil não se entregou. E no minuto seguinte, Elton, de cabeça, deixou tudo igual novamente, escorando cruzamento de Juninho: 2 a 2.

O jogo tinha um atrativo especial para Dedé. O zagueiro completava sua centésima partida com a camisa do Vasco. E como desviara sem querer a bola no segundo gol peruano, foi à frente para se redimir. E conseguiu, aos 13. Ele foi à linda de fundo pela direita e cruzou rasteiro. O goleiro engoliu um frango, deixando a bola entrar.

O time visitante ainda teve mais um jogador expulso, Rabanal. E como a noite era de Dedé, o zagueiro se lançou ao ataque novamente. E depois de uma cruzamento de Diego Rosa, o zagueiro subiu mais que a defesa adversária e, com estilo, fez o quarto. A partir daí, a torcida incendiou o estádio pedindo "mais um". Foi o décimo gol do zagueiro em 2011.

E o time acabou atendendo aos apelos do torcedor. Aos 35, Alecsandro, que entrara no lugar de Eder Luis, marcou o quinto, desviando uma cabeçada de Juninho: 5 a 2 e classificação assegurada.

AP
Alecsandro fez o gol que decretou a classificação do Vasco para as semifinais

FICHA TÉCNICA
VASCO 5 x 2 UNIVERSITARIO

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 7 de novembro de 2011 (Quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Amarilla (Paraguai)
Assistentes: Milciades Saldivar (Paraguai) e Cesar Franco (Paraguai)
Cartões amarelos: Dedé, Éder Luís, Juninho, Bernardo, Elton e Nílton (Vasco); Llontop, Fano, Morel e Flores (Universitário)
Cartões vermelhos: Diego Souza (Vasco); González, Rabanal
GOLS: VASCO: Diego Souza, aos 22min do 1º tempo; Elton, aos 3, Dedé, aos 12 e aos 27, e Alecssandro, aos 37min do 2º tempo
UNIVERSITÁRIO: Ruidíaz, aos 32min do 1º tempo; Rabanal, aos 2min do 2ºtempo

VASCO: Fernando Prass; Fagner (Allan), Renato Silva, Dedé e Diego Rosa; Nilton, Fellipe Bastos (Bernardo), Juninho Pernambucano e Diego Souza; Éder Luis (Alecsandro) e Elton
Técnico: Cristóvão Borges

UNIVERSITARIO: Llontop; Mendoza, Galliquio (Duarte), Rabanal e Galván; Torres, Gonzáles, Vitti e Flores (Morel); Ruidíaz e Fano (Ampuero)
Técnico: José del Solar

Leia tudo sobre: vascouniversitáriocopa sul-americana 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG