Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vasco perde para La U e dá adeus ao sonho da tríplice-coroa

Chilenos fazem 2 a 0 e decide Sul-Americana contra LDU. Resta ao time carioca a final do Brasileiro, domingo

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Reuters
O zagueiro Dedé sofre falta de Canales, autor do primeiro gol chileno
Fim do sonho do tríplice-coroa. Jogando em Santiago na noite desta quarta-feira, o Vasco perdeu de 2 a 0 para o Universidad de Chile, no acanhado Estádio Santa Laura, e se despediu da Copa Sul-Americana . Como empatara em 1 a 1 no jogo de ida , em São Januário, só a vitória ou empate a partir de dois gols interessavam para o time chegar à final. Atual campeão da Copa do Brasil , restou o sonho do quinto título brasileiro.

Leia mais: Juninho lamenta derrota e admite cansaço contra o Flamengo

Domingo, no Engenhão, o Vasco enfrenta o Flamengo na última rodada do Campeonato Brasileiro . Para ser campeão, o time de Cristóvão Borges precisa vencer o rival e torcer pela derrota do líder Corinthians para o Palmeiras .

O jogo
O técnico Cristóvão Borges promoveu duas alterações na equipe. Ao tomar conhecimento da postura ofensiva do time adversário, o treinador entrou em campo com Nilton e Alecsandro nas vagas de Bernardo e Elton. Com esta formação, o Vasco fechava o setor defensivo apostando nos contra-ataques.

Confira ainda:
LDU bate o Vélez e vai à final da Copa Sul-Americana

Rômulo e Nilton cuidavam da marcação, enquanto Allan e Juninho se juntavam a Diego Souza quando a equipe tinha a posse de bola. Alecsandro era única referência na área, mas ainda assim saía para buscar a bola.

O La U deixou claro desde cedo que atacaria o Vasco . Com Nilton no lugar de Bernardo, o time reforçava o setor defensivo. E isso ajudou a segurar o ímpeto da equipe chinela. O placar de 0 a 0 dava a vaga ao Universidad, mas quem disse o técnico Jorge Sanpaoli queria um time cauteloso?

Só que o Vasco mostrou que também queria jogo. As bolas paradas de Juninho e a velocidade de Fágner pela direita eram as armas cruzmaltinas. Em uma enfiada de bola de Juninho para Rômulo, o Vasco quase abre o placar. Mas o volante demorou na conclusão, permitindo um adversário desviasse o chute.

O Vasco é o 2º colocado e briga pelo título do Brasileirão 2011. Veja a classificação

Mas foi o La U que saiu na frente. Aos 30 minutos, Canales fica com a rebatida de Fernando Prass após chute de Aránguiz. O chute, sem defesa, morreu no fundo da rede, levando eufórica torcida ao delírio.

Reuters
O lateral Fágner, expulso no 2º tempo, tenta o drible sobre Vargas
O Vasco voltou com Bernardo no lugar de Allan no segundo tempo. Precisando de gols, Cristóvão arriscou. Se no começo da primeira etapa Rômulo quase fez um gol, o volante surpreendeu novamente aos 2 minutos do segundo tempo. O jogador se livrou de um marcador, entrou na área e chutou cruzado para a difícil defesa do goleiro.

E mais: Flamengo minimiza desgaste do Vasco e acredita em equilíbrio

O gol não saía e o Vasco mexeu novamente. Desta vez, Cristóvão trocou Juninho por Leandro. A intenção era tornar o time bastante ofensivo, o que acabou deixando o jogo mais aberto.

E não é que Rômulo aparece mais uma vez como elemento surpresa? Desta vez, o volante, autor de cinco gols na temporada, arriscou de fora da área. Jhonny Herrera espalmou para escanteio.

Vargas teve a chance de ampliar, mas, por capricho, acabou desperdiçando. O atacante recebe na entrada da área. Pressionado por Jumar, percebeu a aproximação de Fernando Prass e, com um leve toque, encobriu o goleiro vascaíno – bola à direita do goleiro.

No minuto seguinte, Fágner é expulso após dar uma cotovelada num adversário. Com um jogador a menos e precisando da vitória – 1 a 1 levaria a decisão para os pênaltis -, o Vasco sabia que a classificação estava longe. E ficou ainda mais distante com o gol de Vargas, livre, escorando cruzamento de Mena, aos 27 minutos. A partir daí, os donos da casa administraram o resultado.

FICHA TÉCNICA - UNIVERSIDAD DE CHILE 2 X 0 VASCO
Data
: 30 de novembro de 2011
Local: Estádio Santa Laura, Santiago (CHI)
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Dario Ubriaco (URU)
Auxiliares: Mauricio Espinoza (URU) e Miguel Nievas (URU)

GOLS:

UNIVERSIDAD DE CHILE: Canales, aos 30 minutos do primeiro tempo; e Vargas, aos 27 do segundo

Cartões amarelos: Osvaldo González, Charles Aránguiz, Dedé e Renato Silva

UNIVERSIDAD DE CHILE: Jhonny Herrera; Osvaldo González (Albert Acevedo), Marcos González e José Rojas; Matías Rodríguez, Charles Aránguiz, Marcelo Díaz e Eugenio Mena; Eduardo Vargas (Guillermo Marino), Gustavo Canales e Francisco Castro (Gustavo Lorenzetti)
Técnico: Jorge Sanpaoli
VASCO: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Renato Silva e Jumar; Rômulo, Nilton, Allan (Bernardo) e Juninho Pernambucano (Leandro); Diego Souza (Diego Rosa) e Alecsandro

Técnico: Cristovão Borges

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG