Diego Souza e Dedé marcam os gols da vitória por 2 a 0 no reencontro dos semifinalistas da Copa BR

nullO Vasco não teve dificuldade para superar o Avaí na noite desta quarta-feira, na Ressacada, em Florianópolis. Dois meses depois do confronto pela semifinal da Copa do Brasil, as duas equipes voltaram a se enfrentar, desta vez, porém, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Diego Souza e Dedé , o time de Ricardo Gomes venceu por 2 a 0 e fez prevalecer, na prática, o que se desenhava na teoria.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

O campeão da Copa do Brasil entrou em campo ocupando a quarta posição. Vinha embalado, após duas vitórias seguidas sobre o Palmeiras. Pela frente, havia um adversário desmotivado, amargando as últimas posições, e que tentava se refazer da humilhante goleada de 5 a 0 imposta pelo Cruzeiro. Com 33 pontos, o Vasco dorme na terceira posição. Já o Avaí, com 13, permanece na vice-lanterna.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

O jogo

O Vasco tinha os reforços do zagueiro Dedé e do meia Diego Souza, ambos voltando de suspensão. Por ironia, os heróis do jogo. O técnico Ricardo Gomes surpreendeu ao escalar Alecsandro, já que vinha mantendo o atacante Elton ao lado de Eder Luis na frente. Juninho Pernambucano, reavaliado na concentração, foi liberado. Assim, o comandante cruzmaltino praticamente sua força máxima em campo.

Só que o Avaí, lutando para escapar da zona de rebaixamento, foi para o tudo ou nada e pressionou o time carioca nos primeiros minutos. Cleverson teve a chance de marcar, aos dez minutos, com Fernando Prass batido no lance. Mas Dedé, bem posicionado, evitou o gol da equipe catarinense.

Alecsandro chegou atrasado numa bola e perdeu a chance de marcar para o Vasco. Mas eram os donos da casa quem mais assustavam. Em uma falta cobrada da entrada da área, Prass saiu mal e por pouco a bola não entrou direto. O Vasco logo percebeu que precisaria controlar o ímpeto do Avaí no começo da partida e explorar bem os contra-ataques.

Dedé fez o segundo gol do Vasco no segundo tempo
Gazeta Press
Dedé fez o segundo gol do Vasco no segundo tempo
E foi assim, com sabedoria e paciência, que o Vasco abriu a contagem. Depois de um belo passe rasteiro de Fágner da intermediária, a bola chegou limpa nos pés de Diego Souza, que chutou cruzado de primeira, no canto direito do goleiro Felipe: 1 a 0.

Curiosamente, Diego foi o destaque vascaíno nos confrontos da Copa do Brasil. No Rio, foi dele o gol de empate em 1 a 1 nos acréscimos, cobrando pênalti. Na Ressacada, o camisa 10 também marcou na vitória de 2 a 0.

Por alguns instantes, o Avaí acusou o golpe. Desestabilizado, não conseguiu passar do meio de campo. Mas logo voltou a arriscar. O Vasco não se descontrolou. Pelo contrário: tocando a bola, aproveitando a velocidade de Eder Luis e os passes de Juninho, a bola chegava na área adversário.

Não fosse a falta de intimidade do volante Rômulo com o gol, o time poderia ter feito o segundo no fim da primeira etapa. O jogador entrou na área, se livrou de um marcador, mas concluiu torto, chutando para o meio da área.

Na saída para o intervalo, Diego Souza destacou o oportunismo vascaíno no primeiro tempo.

“Nem sempre o melhor ganha. Eles estão bem na partida. Mas nós tivemos uma oportunidade e marcamos. Eles, não. Eles jogam bem mas não finalizaram”, discursou o camisa 10 de São Januário.

No segundo tempo, o técnico Gallo promoveu duas alterações: saíram Caíque e Dinélson, para a entrada de William e Róbson. No entanto, mesmo com um time mais ofensivo, a qualidade do Vasco continuava fazendo a diferença. Os donos da casa assustaram, mas foi o campeão da Copa do Brasil que chegou ao segundo.

E foi dele, Dedé, o mais novo ídolo da torcida. O zagueiro aproveitou uma sobra na área e mandou para o fundo da rede: 2 a 0. Outra curiosidade: os gols foram marcados pelos jogadores que voltavam de suspensão.

Para segurar o resultado e poupar alguns jogadores, Ricardo Gomes trocou Juninho e Eder Luis por Fellipe Bastos e Leandro. O panorama foi o mesmo: o Avaí tentando, mas o Vasco, bem posicionado, segurava o resultado.

FICHA TÉCNICA – AVAÍ 0 X 2 VASCO

Data: 17 de agosto de 2011 (quarta-feira)
Horário : 19h30 (de Brasília)
Local : Ressacada, Florianópolis (SC)
Árbitro: Cléber Welington Abade (SP)
Assistentes: Carlos Nogueira Junior (SP) e Anderson Morais Coelho (SP)

GOLS
Vasco : Diego Souza, aos 27 minutos do primeiro tempo; e Dedé, aos 23 do segundo

CARTÕES AMARELOS : Bruno Silva, Eder Luis, Róbson, Alecsandro e Pará
CARTÃO VERMELHO : Róbson

AVAÍ : Felipe; Daniel (Arlan), Gustavo Bastos, Dirceu e Pará; Bruno Silva, Dinélson (Róbson), Pedro Ken e Cleverson; Caíque (William) e Rafael Coelho
Técnico : Alexandre Gallo

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Anderson Martins e Julinho; Rômulo, Jumar, Juninho Pernambucano (Fellipe Bastos) e Diego Souza (Kim);  Alecsandro e Eder Luis (Leandro)
Técnico : Ricardo Gomes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.