corpo mole contra o Corinthians - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vasco nega que tenha feito corpo mole contra o Corinthians

Neste momento o time do Vasco não pode ser comparado ao do Corinthians, que está brigando pelo título, disse Carlos Alberto

Gazeta Esportiva |

Expressões como "entrega" e "corpo mole" tomaram conta do noticiário do Campeonato Brasileiro nas últimas rodadas. Os jogos do Fluminense contra São Paulo e Palmeiras geraram suspeitas de que o Tricolor carioca foi beneficiado pela falta de empenho dos adversários, que estariam preocupados em impedir que o Corinthians ganhasse a taça no ano de seu centenário. Porém, as acusações chegaram ao Vasco, que foi derrotado por 2 a 0 na tarde de domingo, e foram sumariamente negadas.

A péssima atuação do Cruzmaltino fez surgir comentários de que o time não teria se esforçado para conseguir um triunfo que pudesse beneficiar o Fluminense, por conta da rivalidade entre os cariocas. Ao serem questionados sobre a suposta falta de empenho diante do Corinthians, os jogadores do Vasco descartaram terem feito "corpo mole" e creditaram o mau resultado ao momento das duas equipes.

"Realmente nós não temos mais aspirações importantes, pois não brigamos pelo título e nem pela vaga na Copa Libertadores, enquanto o Corinthians ainda quer ser campeão. Claro que a motivação e a concentração são diferentes. Não vou dizer que não estamos motivados, mas é um cenário diferente. Quem vê futebol de fora não entende e isso é complicado", disse o lateral esquerdo Ramon.

O meia Carlos Alberto lembrou ainda da diferença entre as duas equipes. "Neste momento o time do Vasco não pode ser comparado ao do Corinthians, que está brigando pelo título, enquanto nós não conseguimos chegar até esse patamar. Não é demérito nenhum, mas não podemos comparar as duas equipes neste momento", disse Carlos Alberto.

O apoiador, inclusive, chegou a se irritar na coletiva após o jogo com a pergunta de um repórter, que passou a impressão de que estava insinuando a existência de "corpo mole". "Um pouco de responsabilidade na hora de perguntar seria bom, até porque ainda temos um jogo neste Campeonato Brasileiro", afirmou Carlos Alberto.

As desconfianças sobre o elenco do Vasco aumentaram por conta da expulsão do meia Zé Roberto, outro que teve uma atuação apagada no Pacaembu. O jogador, que não conversou com os jornalistas, foi defendido pelo técnico Paulo César Gusmão. "Ninguém pode colocar em dúvida o caráter do Zé Roberto. Ele não forçou nenhuma expulsão. O problema é que não é um jogador acostumado a marcar e, quando faz, acaba cometendo faltas", disse Gusmão.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirovasco

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG