Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vasco não deve ter surpresa para a decisão com o Flamengo

Allan começa jogando e Fágner entra no segundo tempo. Outras opções de Gomes são Elton e Bernardo

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Após mais um dia de treino com portões fechados na primeira hora de atividade, o técnico Ricardo Gomes revelou que não haverá mistério na escalação do Vasco para o clássico de domingo, contra o Flamengo, no Engenhão, valendo a Taça Rio – segundo turno do Campeonato Carioca. Allan deve ser mantido na equipe, com o titular Fágner entrando no segundo tempo, a exemplo do empate com o Náutico. Eduardo Costa, recuperado de lesão muscular, também deve começar no banco de reservas. Fellipe Bastos será o companheiro de Rômulo na proteção à zaga.

Ricardo Gomes comandou um trabalho tático na manhã desta sexta-feira. O time que vai entrar em campo provavelmente será Fernando Prass; Allan, Dedé, Anderson Martins e Ramon; Rômulo, Fellipe Bastos, Felipe e Diego Souza; Alecsandro e Eder Luis. O treinador deve promover, ao longo da partida, as entradas de Fágner , Bernardo e Elton. O treinador reconhece a dificuldade que terá pela frente. Além de vencer domingo, o Vasco terá mais dois jogos contra o Flamengo, atual campeão da Taça Guanabara. Se vencer domingo, o Flamengo será campeão antecipado, repetindo 1996, quando conquistou os dois turnos de maneira invicta.

“Para conseguir esta vitória, você precisa de muito bom futebol, estabilizar emocionalmente o grupo e um pouco de adrenalina, como eu disse após a partida com o Náutico. Tudo para conseguir conquistar essa Taça Rio, que vai nos abrir portas para conquistar o título. Mas é verdade que o Flamengo leva uma vantagem por ter ganho a Taça Guanabara”, destacou o treinador.

Para vencer o Flamengo e impedir que o rubro-negro seja campeão antecipado, o Vasco precisa vencer e, de quebra, acabar com a incômoda escrita de perder para o rival em finais nas duas últimas décadas.

“Nada é eterno, e o tabu existe para ser quebrado também. Espero que isso termine no domingo. Vamos fazer tudo para que isso aconteça. Mas não vamos ficar remoendo o passado. Se tem um adversário que vem uma série invicta, nós temos que quebrar essa invencibilidade para jogar a final".
 

Leia tudo sobre: vascoricardo gomesallanfágner

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG