Times se enfrentaram 38 vezes e cruzmaltinos têm 55,26% de aproveitamento: 21 vitórias contra 9 derrotas

Na história de Vasco x Atlético-PR , o time de São Januário leva enorme vantagem. Quinta-feira, as duas equipes fazem a segunda partida das quartas de final da Copa do Brasil, no Rio, depois de empatarem em 2 a 2 em Curitiba . Para os mais supersticiosos, até a bola rolar vale se apegar a mandingas ou escritas. Então, se depender do retrospecto, aumentam as chances de o cruzmaltino se classificar.

O time comandado por Ricardo Gomes já leva para campo a vantagem do empate em 1 a 1 que ficará com vaga. Não bastasse benefício provocado pelos dois gols marcados fora de casa, o confronto aponta superioridade vascaína. Foram 38 partidas disputadas, sendo 21 vitórias, nove derrotas e oito empates.

Rômulo completará 50 jogos pelo Vasco na quinta-feira
Maurício Val / Fotocom.net
Rômulo completará 50 jogos pelo Vasco na quinta-feira
O Vasco tem aproveitamento de 55, 26%. No saldo de gols, nova vantagem: 68 contra 57 do rubro-negro paranaense. Mas nem tudo é notícia ruim para o Furacão. O adversário tem a favor a classificação na edição de 1997. As duas equipes se enfrentaram pelas oitavas de final do torneio nacional. Na oportunidade, o Atlético-PR levou a melhor.

Desta vez, no entanto, os jogadores vascaínos prometem escrever uma nova história. Se o placar do primeiro jogo se repetir, a vaga será decidida nos pênaltis. Empate acima de três gols, os atleticanos saem de São Januário classificados. O técnico Ricardo Gomes não terá Ramon e Alecsandro, suspensos. Entram Márcio Careca e Elton. Allan e Rômulo estarão completando 50 jogos com a camisa vascaína. Mais do que um presente, a classificação estará encurtando a distância para o tão esperado título.

“A gente fica pensando nesse jogo porque sabe que ele pode representar mais um passo para o título. Se a gente passar, ficam faltando dois jogos até a final. É concentração total neste jogo”, ressaltou Rômulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.