Mesmo desfalcado de Felipe, Dedé e Juninho, time quer encerrar participação na fase grupos em 1º lugar

Já classificado na Copa Libertadores , o Vasco enfrenta o Nacional, do Uruguai, na noite desta quinta-feira, às 21h50, no Parque Central, em Montevidéu, de olho na primeira posição no Grupo 5 da competição. Com dez pontos, o time dirigido por Cristóvão Borges divide a liderança com o Libertad, do Paraguai – leva vantagem no número de gols fora de casa -, e tem como principal objetivo encerrar sua participação na fase de grupo na ponta para fazer o segundo jogo, a partir das oitavas de final, em São Januário.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Alecsandro é a esperança de gol vascaína em Montevidéu
AE
Alecsandro é a esperança de gol vascaína em Montevidéu
O Vasco terá três sérios desfalques: Dedé , Felipe e Juninho Pernambucano . Mas tem a seu favor uma equipe já eliminada e desinteressada na competição. Os uruguaios mandarão a campo uma formação mista. A notícia caiu como uma luva para os cruzmaltinos. Vale lembrar que o Nacional derrotou o Vasco dentro de São Januário na estreia das duas equipes na competição: 2 a 1 . Desta vez, porém, o quadro oferece menos perigo.

Leia também: Juninho desabafa e admite chateação no Vasco

“Naquela partida, tivemos muita dificuldade, pois não contamos com uma das nossas principais armas, o lado direito”, lamenta Cristóvão, referindo-se às ausências de Fágner e Eder Luis. “Ficamos sem nossa força e acabamos tendo dificuldade no jogo. Tentávamos e a jogada não saía, e eles, ao contrário, conseguiram nos envolver a foram melhores”, completa o treinador.

Se o time uruguaio estivesse no páreo, o Vasco teria problemas. Pelo menos é como pensa Cristóvão. “Teríamos muito dificuldade com eles na briga pela classificação”, analisa o treinador, endossado por Alecsandro :

“De fato, seria bem complicado ganhar ou empatar lá dentro daquele estádio pequeno. Para a nossa sorte, o Vasco conseguiu a classificação de forma antecipada, mas de qualquer maneira o time vai buscar o resultado positivo. Nosso objetivo é a primeira colocação”, complementou o atacante.

O time está desde terça-feira na capital uruguaia. Sem Felipe ( bursite no ombro direito) e Juninho ( poupado após cinco dias sem treinar) , o meio-campo terá Fellipe Bastos , em grande fase – cinco gols em dois meses – e Allan. Além de Rômulo e Diego Souza. No ataque, Alecsandro, agora jogando mais fixo dentro da área, aos poucos vai tendo e em forma o veloz Eder Luis. Na defesa, Rodolfo substitui Dedé, com um edema ósseo na fíbula da perna esquerda .

FICHA TÉCNICA – NACIONAL-URU x VASCO
Local: Parque Central, em Montevidéu (URU)
Data: 12 de abril de 2012, quinta-feira
Horário : 21h50 (Horário de Brasília)
Árbitro: Pablo Lunati (ARG)
Auxiliares : Hernán Maidana (ARG) e Ernesto Uziga (ARG)

NACIONAL: Jorge Bava; Pablo Álvarez, Rafael Garcia, Diego Placente, Mathías Abero; Santiago Romero, Facundo Piriz, Maximiliano Calzada, Marcos Aguirre; Joaquín Boghossian e Gonzalo Bueno
Técnico : Marcelo Gallardo

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Renato Silva, Rodolfo e Thiago Feltri; Rômulo, Fellipe Bastos, Allan e Diego Souza; Eder Luis e Alecsandro
Técnico : Cristóvão Borges

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.