Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vasco derrota Boavista e ajuda Fluminense a se classificar

Kim fez o gol que deu o triunfo ao Vasco, que terminou o Grupo B com 21 pontos e na quarta-feira, nas semifinais, encara o Fla

Gazeta |

Mesmo jogando com um time misto o Vasco conseguiu manter os cem por cento de aproveitamento na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Na noite deste sábado, pela última rodada da fase de classificação, o Vasco derrotou o Boavista por 1 a 0 no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro.

Veja também: Flu vence o Bangu e enfrenta o Botafogo na semifinal

Kim fez o gol que deu o triunfo ao Vasco, que terminou o Grupo B com 21 pontos e na quarta-feira, nas semifinais, encara o Flamengo. O resultado eliminou a equipe da Região dos Lagos, que permaneceu com 11 pontos e acabou perdendo a vaga nas semifinais para o Fluminense, que derrotou o Bangu por 3 a 0 e chegou aos 13 pontos.

Confira a classificação do Carioca

Quem esperava o Vasco apático e sem se importar com a partida foi surpreendido logo de cara, pois o Cruzmaltino, como vem fazendo ao longo do campeonato, procurou logo impor um ritmo forte. Porém, diante de um adversário que sabia se fechar bem na defesa, demorou a assustar. O primeiro lance de perigo veio apenas aos 16 minutos, quando Diego Souza cobrou falta e a bola raspou o travessão do goleiro Thiago.

Presente no campo do adversário, o Vasco continuou perigoso e aos 23 minutos desperdiçou grande oportunidade de abrir o marcador. Diego Souza cruzou da esquerda e Douglas, na pequena área, cabeceou para grande defesa de Thiago.

Veja imagens das partidas de Vasco e Fluminense:

Sabendo da vitória do Fluminense, o Boavista começou a sair mais para o jogo e terminou a primeira etapa mais presente no campo do rival. De perigo realmente o time da Região dos Lagos conseguiu um chute de Fabrício, aos 30 minutos, que passou à esquerda do goleiro Fernando Prass, e um arremate de Somália, já nos acréscimos, que passou sobre o travessão.

Na volta para o segundo tempo o Boavista adiantou a sua marcação, o que propiciou mais campo para os contra-ataques do Vasco. Em um deles, aos oito minutos, por muito pouco o Cruzmaltino não abriu o marcador. Willian Barbio arrancou pelo lado direito, se livrou de Bruno Costa e chutou na rede pelo lado de fora. Cinco minutos depois, novamente pelo setor esquerdo de defesa do Boavista, Fagner recebeu na grande área e chutou para fora, assustando Thiago.

O Boavista, porém, não se intimidou com os ataques vascaínos e também assustou. Aos 16 minutos Fabrício arriscou de fora da área e a bola passou sobre o gol. Um minuto depois o arremate foi de Bruno Veiga e Fernando Prass defendeu com dificuldades. Aos 31 minutos o Boavista quase abriu o placar. Fabrício cobrou falta e Marlon cabeceou para Fernando Prass operar um verdadeiro milagre.

Quando o Boavista mais parecia presente no ataque o Vasco conseguiu abrir o marcador aos 34 minutos. Jonathan fez boa jogada individual, dividiu com os zagueiros e a bola sobrou para o chute colocado de Kim, que fez a bola entrar no ângulo esquerdo do goleiro.

FICHA TÉCNICA - BOAVISTA 0 X 1 VASCO

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de fevereiro de 2011 (Sábado)
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Luis Antônio Silva dos Santos
Assistentes: Dibert Pedrosa e Luiz Regazone
Público: 1.743 pagantes
Cartões amarelos: Paulo Rodrigues, Bruno Costa e Helton (Boavista)

Gol: VASCO - Kim, aos 34 minutos do 2º Tempo

BOAVISTA: Thiago, Sheslon, Bruno Costa, Luiz Alberto (Helton) e Paulo Rodrigues; Júlio César, Leandro Teixeira, Fabrício e Fabiano Gadelha (Marlon); André Luís e Somália (Bruno Veiga)
Técnico: Alfredo Sampaio

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Renato Silva, Douglas e Max; Nilton, Eduardo Costa, Diego Rosa e Diego Souza (Jonathan); Willian Barbio (Jhon Cley) e Alecsandro (Kim)
Técnico: Cristóvão Borges
 

Leia tudo sobre: vascocampeonato carioca 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG