Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vasco de Ricardo Gomes será todo ataque sábado contra o América

Técnico quer novo meio campo encostando nos homens de frente. Recuperado, Felipe Bastos volta ao time

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

O Vasco que entra em campo neste sábado para enfrentar o América, em Volta Redonda, terá formação e postura diferentes das últimas partidas. O técnico Ricardo Gomes aposta em um meio de campo leve e, ao mesmo tempo, ofensivo. Com o setor encostando nos atacantes Eder Luis e Marcel, o treinador acredita que os gols possam sair com naturalidade.

Maurício Val / Fotocom.net
O técnico Ricardo Gomes com os atacantes Marcel e Eder Luis em São Januário
O time terá o retorno de Felipe Bastos. O jogador fraturou a mão direita treinando em Atibaia, durante a pré-temporada, em janeiro, e só agora foi liberado pelo departamento médico. No coletivo desta quarta-feira, o meia foi escalado entre os titulares. Ao seu lado estarão Rômulo, Jeferson e Felipe.

“Quero um time leve, que faça o seu trabalho na criação e na proteção e chega na frente também. Mas depende ainda de muito trabalho. Sei que tudo não vai mudar assim”, comentou Ricardo Gomes.

Não é de uma hora para outra que o Vasco vai ganhar novo padrão e jogar o fino. Gomes admite que o time já tem um pouco da sua cara. As armas que estão à sua disposição, no entanto, é wue carecem de condicionamento. E o setor, de entrosamento.

O caso do experiente Felipe é emblemático. Sem começar uma partida desde a derrota de 3 a 1 para o Boavista, na terceira rodada, o meia está confirmado contra o América. Técnico e jogador sabem que a forma física não é a ideal. Ainda assim, Ricardo Gomes quer o camisa 6 em campo.

Juntamente com Rômulo e Jeferson, este último vem tendo boas atuações, o meio de campo terá características ofensivas. Os jogadores, por sua vez, sabem que terão de se cortar um dobrado para atender as exigências do treinador.

“Quem vai marcar? Todo mundo. A gente vai atacar e defender. É hora de todos se esforçarem. Fico feliz de voltar à equipe. Sofri de fora vendo o time perder nas primeiras rodadas. Quero entrar e ajudar”, declarou Felipe Bastos.

Mesmo que a nova filosofia não dê resultado imediato, todos apostam numa transformação na Taça Rio. Se vencer, o time chegará ao terceiro jogo sem derrotas e à segunda vitória consecutiva. Com a confiança de volta, o objetivo é apagar a imagem da primeira fase. E, de quebra, tentar uma vaga nas finais. O Vasco foi o único clube entre os grandes a ficar fora da festa na Taça Guanabara.
 

Leia tudo sobre: vascofelipe bastos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG