Time carioca revê ídolo em campo contra o líder, que tenta atingir marca histórica

Corinthians e Vasco têm desafios particulares para testarem contra o rival desta quarta-feira, ás 21h50, no Pacaembu. O dia é de festa para os vascaínos, que 10 anos depois poderão rever Juninho Pernambucano com a camisa do clube. Mas para que esta festa seja completa, o meia e seus companheiros terão de realizar uma proeza: bater o líder invicto Corinthians em São Paulo. Para o dono da casa,  a tarefa é manter-se no topo atingindo uma marca inédita no Brasileirão dos pontos corridos .

Juninho Pernambucano fará sua reestreia pelo Vasco
Fotocom
Juninho Pernambucano fará sua reestreia pelo Vasco
Siga a página do iG Corinthians no Twitter

O Corinthians tem 16 pontos em 18 possíveis e lidera a competição. Já o Vasco, com 11 pontos em sete jogos, almeja uma aproximação do pelotão de frente. O time carioca é nono colocado.

Acompanhe as notícias do iG Vasco no Twitter

Para Juninho, de 36 anos, reestrear fora de casa contra uma equipe em ótima fase só serve como estímulo. "É uma motivação extra. Se você vence o Corinthians dentro de casa, o time ganha confiança para voltar para brigar na parte de cima da tabela", destacou o jogador, ídolo pela conquista da Libertadores de 1998 e de dois Brasileiros, em 1997 e 2000.

Entre para a torcida virtual do seu time e o ajude a assumir o primeiro lugar no ranking

Dez anos depois, o meia volta ao clube carioca recebendo salário mínimo e com uma curiosidade: pela primeira vez, ele atuará contra o Corinthians no Pacaembu . Antes, o "Reizinho", como é carinhosamente chamado pela torcida, havia enfrentado o time paulista apenas pelo Sport, em 1994.

A princípio, o técnico Ricardo Gomes não definiu se o Juninho jogará os 90 minutos. É certo que ele inicia a partida, mas a ideia inicial era lançá-lo apenas por um tempo. Mas, pelo desempenho do craque nos treinos e diante das auências de Allan, Eduardo Costa e Fellipe Bastos, é possível que o meia fique em campo enquanto suportar fisicamente. Juninho acredita que possa atuar durante todo o jogo.

"Já cheguei bem condicionado. Não estou muito distante dos demais. Vinha treinando, espero superar as dificuldades. Acho que posso aguentar, sim (jogar 90 minutos)", disse, que tentará colocar o Vasco no rumo novamente após a derrota na última rodada por 3 a 0 para o Cruzeiro em São Januário.

O Vasco não terá Ramon. O clube anunciou nesta terça-feira o desligamento do lateral-esquerdo, que pode ter o Corinthians como destino . Para o seu lugar, Ricardo Gomes vai manter Márcio Careca, que nesta temporada atuou em jogos importantes da Copa do Brasil em razão de seguidas lesões do titular.

Na ausência de Chicão, Wallace será o titular na defesa do Coritnthians contra o Vasco
AE
Na ausência de Chicão, Wallace será o titular na defesa do Coritnthians contra o Vasco

O Corinthians, que não perde há 15 jogos do Campeonato Brasileiro, somadas as últimas rodadas de 2010 e as primeiras seis deste ano , tem apenas uma baixa em relação ao time que venceu o Bahia, há uma semana, em Salvador. Chicão, com dores de garganta, perdeu os treinos dessa semana e não se recuperou a tempo de participar do jogo. Wallace será seu substituto. Alessandro, recuperado de lesão, só volta a jogar no domingo, contra o Atlético-GO. 

Wallace e Leandro Castán já formaram a dupla de zaga em seis jogos neste ano. Foram cinco vitórias e uma derrota (para a Ponte Preta, no Pacaembu, pelo Paulistão). Neste Brasileiro, os dois foram parceiros de defesa na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, no dia 12 de junho.

Para Tite, a maior preocupação do Corinthians deve ser em manter o nível de atuação da equipe neste ano. Já são 13 gols pró e três contra, o time tem o melhor saldo e a melhor defesa do torneio. "Se jogarmos com a mesma intensidade, tivermos o mesmo desempenho, teremos o resultado", diz o técnico, que elogia o Vasco "Está entre os cinco, seis melhores times do Brasil. E não é porque vamos enfrentá-los. Está bem montado pelo Ricardo Gomes e está com uma base muito boa desde a Copa do Brasil".

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS x VASCO
Local:
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 6 de junho de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: José A. Chaves Franco Filho e Marcelo Bertanha Barison (ambos do RS)

CORINTHIANS: Júlio César; Welder, Wallace, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Jorge Henrique, Willian e Liedson. Técnico: Tite.

VASCO: Fernando Prass; Fágner, Dedé, Anderson Martins e Márcio Careca; Rômulo, Juninho Pernambucano, Felipe e Diego Souza; Alecsandro e Eder Luis Técnico: Ricardo Gomes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.