Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vasco aplica goleada histórica no América e mantém recuperação

Equipe comandada por Ricardo Gomes vencou por 9 a 0 e superou goleada de 1949, quando venceu por 8 a 2

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

O Vasco bateu uma marca histórica na noite deste sábado, no estádio Raulíno de Oliveira, em Volta Redonda. Ao golear o América por 9 a 0, o time de São Januário aplicou a maior goleada da história do confronto entre as equipes, superando a vitória de 8 a 2, que aconteceu em 1949.

Bastaram apenas 25 minutos de jogo para que o torcedor vascaíno pudesse comemorar com tranquilidade a sequência da recuperação no Campeonato Carioca. Naquela altura, a equipe comandada pelo técnico Ricardo Gomes já goleava o América por 4 a 0, sem dar chances para o adversário.

nullA vitória, segunda consecutiva do Vasco na competição, foi construída com gols de Fágner, Felipe, Ramom (dois), Marcel, Enrico (dois), Caíque e Jéfferson, e deixa o time de São Januário com sete pontos, na quinta colocação do grupo A da Taça Guanabara. Desclassificado para as semifinais, o Vasco só volta a jogar no dia 23 de fevereiro, pela Copa do Brasil, contra o Comercial-MS. Já o América se mantém com quatro pontos, na sétima colocação e só volta a jogar no segundo turno do Campeonato Carioca, em março, contra a Cabofriense.

O Jogo
O Vasco começou a partida com velocidade e pressionando o adversário. O meia Felipe, que já havia entrado na partida contra o Americano, começou a partida como titular. O primeiro gol veio logo aos 4 minutos do primeiro tempo. Fagner começou a jogada na defesa, passou por dois marcadores, deixou com Eder Luis, que devolveu para o lateral cortar para o meio e bater cruzado.

O segundo veio aos 18 minutos, em uma falha da defesa do América. O volante Rodolpho perdeu a bola, Eder Luis arrancou pela esquerda e rolou para o meia Felipe, que chutou para o gol. A bola ainda desviou no lateral Bruno e morreu no fundo da rede do América.

AE
Felipe, que voltou ao time titular, comemora o segundo gol na goleada de 9 a 0

Aos 23 minutos, foi a vez de Ramon ser recompensado. O lateral-esquerdo, que completou 80 jogos com a camisa do Vasco, foi derrubado na entrada da área e cobrou falta com perfeição, marcando o terceiro gol. O torcedor vascaíno quase não teve tempo de comemorar. Dois minutos depois, Felipe Bastos cobrou escanteio para o Vasco, Mota saiu mal, e Marcelo, de cabeça, marcou o quarto gol.

Sendo massacrado com menos de 30 minutos de partida, o técnico Lulinha nem esperou o intervalo para mexer, tirando o volante Rodolpho e colocando o zagueiro Thiago Panelli. Quem também precisou mudar foi o técnico Ricardo Gomes. O meia Felipe levou um tapa no rosto e teve que ser substituído por Enrico. A torcida gritou o nome do jogador, que chegou a ser afastado do elenco durante a má fase da equipe, no começo do campeonato.

Antes do intervalo, ainda deu tempo para mais um. Eder Luis recebeu lançamento na direita, fez bela jogada e cruzou para a área. Enrico, que havia acabado de entrar, só tirou do goleiro, decretando o placar final do primeiro tempo: 5 a 0.

Na volta do intervalo, o técnico Ricardo Gomes resolveu poupar o atacante Eder Luis, colocando em campo o jovem Caíque. No América, o atacante Hugo deu lugar a Wellington. Mas o ímpeto vascaíno continuou o mesmo. Aos 5 minutos, em bela troca de passes dentro da área, Caíque recebeu de Fágner e marcou o sexto gol no estádio Raulino de Oliveira.

O desinteresse da defesa do América na partida ficou claro aos 18 minutos do segundo tempo. Após desarmar o meia Jéfferson, o zagueiro Ronan tentou sair jogando dentro da área e entregou a bola nos pés do lateral-esquerdo Ramon, que marcou seu segundo gol na partida.

O oitavo gol transformou a goleada em história. Felipe Bastos avançou pela esquerda e tocou para Jéfferson, que chutou rasteiro. Nos acréscimos, Enrico marcou o nono gol, após receber belo passe de Jéfferson e chutar cruzado. Fim de jogo e festa da torcida vascaína, que ainda pedia o décimo nas arquibancadas.

FICHA TÉCNICA - AMÉRICA-RJ 0 X 9 VASCO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 12 de fevereiro de 2010 (Sábado)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Wagner Rosa (RJ)
Assistentes: Alexandre Eller (RJ) e José Carlos de Arruda (RJ)
Cartões amarelos: Bruno (América); Ramon e Fellipe Bastos (Vasco)

GOLS: VASCO: Fagner, aos 4min do primeiro tempo; Felipe, aos 18min do primeiro tempo; Ramon, aos 23min do primeiro tempo e 18min do segundo tempo; Marcel, aos 25min do primeiro tempo; Enrico, aos 37min do primeiro tempo e 45min do segundo tempo; Caíque, aos 5min do segundo tempo; Jeferson, aos 24min do segundo tempo

AMERICA-RJ: Mota, Edson, Luiz Antônio, Ronan e Bruno; Ives, Felipe Silva, Rodolpho (Thiago Panelli) e Leandrinho (Allanzinho); Hugo (Wellington) e Felipe Adão
Técnico: Lulinha

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Anderson Martins e Ramon; Rômulo, Fellipe Bastos, Jeferson e Felipe (Enrico); Eder Luis (Caíque) e Marcel (Patric)
Técnico: Ricardo Gomes

Leia tudo sobre: vascocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG