Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vanderlei ignora clima de decisão que envolve jogo com o Atlético-MG

Treinador garante que derrota não tira o Flamengo da Série A e pede projeções de tabela como para as primeiras colocações

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

O peso colocado em cima do jogo de sábado contra o Atlético-MG tem irritado o técnico Vanderlei Luxemburgo. Com projeções da tabela do Campeonato Brasileiro na cabeça, quis mostrar que o confronto ainda não vai decidir a vida de um ou de outro na competição.

Com 40 pontos, o Flamengo está quatro acima da zona de rebaixamento. O Atlético-MG tem 36 pontos, mesma pontuação do Guarani, que abre hoje a lista dos quatro times que cairiam para a Série B do Brasileiro, tendo Avaí, Goiás e Grêmio Prudente como companhia.

"A projeção tem que ser a mesma que fazem na parte de cima da tabela. Se a gente perder e o Vitória vencer o Guarani, a gente perde uma posição, mas o Guarani fica lá embaixo. Mesmo perdendo, o Flamengo pode não sair do lugar. Para o Atlético-MG também é a mesma coisa. Tudo tem que ser feito com projeções", disse Vanderlei Luxemburgo.

Nos últimos anos, o Flamengo vinha brigando por melhores colocações no Campeonato Brasileiro. A última vez em que entrou na reta final ameaçado de rebaixamento foi em 2005, quando Joel Santana assumiu o cargo de técnico faltando nove rodadas e conseguiu a salvação.

Vanderlei chegou ao Flamengo com o discurso de que o time deveria pensar na Copa Sul-Americana. Mas o tempo passou e os resultados não vieram. Antes de assumir o time, estava no Atlético-MG e foi demitido depois de perder por 5 a 1 para o Fluminense, no Engenhão. Ele prefere não falar sobre como será a reação da torcida no jogo.

"Vamos falar do jogo. Temos uma relação de respeito. Nâo vou ficar falando sobre isso", disse Vanderlei.

Leia tudo sobre: atlético-mgcampeonato brasileiroflamengofutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG