Volante acredita que fato de jogar em mais de uma posição faz com que clubes se interessem por ele

Em campo, o volante Somália alterna vaias e aplausos da torcida do Botafogo . Fora dele, o volante é um dos jogadores mais procurados para uma possível transferência no elenco, segundo os dirigentes da equipe carioca. Porém, apesar de valorizado, o jogador garante que não pensa em deixar o Botafogo e que está feliz.

"Não conversei com ninguém sobre transferência. É normal que se fale em troca, em contratações nessa época do ano, é um período natural para que aconteça isso. Mas não estou tocando em nenhum assunto, deixo com meu empresário e com o Botafogo, procuro fazer meu trabalho aqui dentro, estou feliz. Quero ser campeão para me valorizar ainda mais", declarou o jogador do Botafogo.

Vaiado no primeiro tempo no empate contra o Resende, e elogiado na segunda etapa, o volante garante que não fica decepcionado com os xingamentos vindos das arquibancadas, mas acredita que a manifestação pode prejudicar a equipe nas partidas e pede o apoio da torcida.

"São sensações diferentes em pouco tempo. O torcedor vive de emoção, vai para o estádio pra ver o time vencer e convencer. Mas é preciso ter a consciência de que as vaias são um pouco ruins, acabam tirando a confiança do jogador e não acrescentam nada. Acrescenta ver a torcida como no segundo tempo, apoiando até o final, sendo o 12° jogador", disse Somália.

Suspenso para a partida contra o Paraná, na próxima quarta-feira, o jogador disputa a vaga de lateral-esquerdo com o jovem Guilherme para o clássico contra o Flamengo, no próximo domingo, já que o titular Márcio Azevedo está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.