Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Valencia sofre dois gols nos acréscimos e vê Levante encostar

Dois gols de Martin depois do tempo regulamentar deram a vitória para o Betis

Gazeta |

O Valencia se credenciou desde o início da temporada europeia a atrapalhar a disputa polarizada entre Real Madrid e Barcelona pela taça. No entanto, a equipe deixou escapar uma grande oportunidade de se aproximar dos líderes neste sábado, quando deixou escapar nos acréscimos a vitória sobre o Bétis, que com dois gols de Martin decretou a virada de 2 a 1.

Apesar da distância entre os times na tabela, o confronto foi bastante equilibrado. Os donos da casa conseguiram se postar bem na defesa e anularam os ataques do Valencia. O setor, que conta com o brasileiro Jonas, esteve mal, prejudicando a qualidade do duelo na primeira etapa.

Depois do intervalo, o jogo começou a ganhar emoção, mas a falta de pontaria dos atacantes visitantes mantinha o placar em 0 a 0. Só aos 21 minutos o Valencia pôde comemorar, mas por causa de erro adversário. Dorado tentou cortar cruzamento e acabou mandando contra a própria rede, inaugurando o marcador para os rivais.

Satisfeito com o gol, o Valencia reduziu o ritmo e foi castigado quando já contava com os três pontos. Aos 46 minutos, Juanma, que havia entrado em campo 12 minutos antes, fez grande jogada e mandou a bola na cabeça de Martin, que não desperdiçou e empatou o duelo. Empolgados com o feito, os anfitriões aproveitaram o susto do adversário e fizeram o segundo, aos 49, quando novamente Martin fez um golaço de cobertura e encerrou jejum de dez jogos sem vencer do Bétis.

Com o resultado, os donos da casa foram a 16 pontos e respiraram. Já o Valencia, manteve-se com 30 na terceira colocação, mas perdeu a chance de diminuir a distância para Real Madrid e Barcelona - que se enfrentam mais tarde - e ainda viu o Levante encostar, estando apenas um ponto atrás.

Isso porque a equipe derrotou o Sevilla uma hora antes. Próximos na tabela, o confronto era decisivo para as pretensões de ambos os clubes no campeonato. O ex-time de Luis Fabiano foi valente e teve inúmeras chances de balançar a rede, no entanto foi o Levante que fez o único gol do duelo, aos dez minutos de jogo, com Nano. 

Leia tudo sobre: espanhafutebol mundialbétisvalencialevante

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG