Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Valdivia resolve jogo em dois minutos, e Palmeiras vence Noroeste

Chileno faz gol de falta, dá assistência perfeita e tira time da sequência de três jogos sem vitórias

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Gazeta Press
O meia Valdivia em ação no jogo contra o Noroeste
O Palmeiras mostrou um futebol ruim, voltou a errar muito na finalização, mas tem Valdivia. O chileno foi o destaque do time em campo na vitória por 2 a 1 contra o Noroeste, com um gol e uma assistência perfeita. Jogando com um atleta a mais desde o início do 2º tempo, o time de Felipão conseguiu deixar para trás a sequência de três empates consecutivos.

O camisa 10 resolveu o jogo em dois minutos. Com um gol de falta aos 38 do 2º tempo, e uma assistência em uma belíssima jogada para Vinicius, aos 40, Valdivia voltou a dar alegria a seus torcedores. O gol do Noroeste foi marcado por Giovani, ainda no 1º tempo.

O resultado deixa o Palmeiras com os mesmos 25 pontos do líder Corinthians, perdeu por 1 a 0 da Ponte Preta no Pacaembu. Já o Noroeste fica com 10 o mesmo número de pontos do Santo André, dividindo a primeira posição na zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Palmeiras joga contra o São Bernardo na sua possível nova casa, o Canindé. O duelo está marcado para sábado, às 18h30. No mesmo dia, mas às 16h, o Noroeste vai até Lins para enfrentar o Linense.

O jogo
O duelo começou equilibrado pelo baixo nível técnico. Valdivia tinha lampejos de criatividade, mas não achava alguém posicionado para colocar em condição de gol. Já o Noroeste chegava um pouco melhor, conseguia usar buracos nas laterais do time adversário para criar chances.

nullAos 18 minutos, os donos da casa foram mais eficientes. De soco, Deola afastou o perigo que vinha de um escanteio e acertou a bola nos pés de Vandinho. O atacante chutou mal de fora da área, mas a bola achou Giovani, que desviou para o gol e abriu o placar em posição duvidosa.

Quinze minutos depois, o Palmeiras teve a chance mais clara de gol. Depois de cobrança de escanteio, a bola sobrou sozinha na grande área para Luan, que poderia escolher o canto e sair para a comemoração. O atacante conseguiu fazer o mais difícil: furar. Aos 38 minutos, Marcos Assunção quase voltou a acertar o pé nas faltas e colocou a bola a centímetros da trave direita de André Luís.

Para tentar melhorar a criatividade do seu time, Felipão colocou Max Santos no lugar do Luan, que teve uma atuação fraquíssima, e Vinicius entrou para a saída de Tinga. As mudanças, no entanto, não surtiram efeito imediato. Aos 5 minutos, Diego chutou de fora da área e exigiu uma excelente defesa de Deola.

nullAos 13 minutos, o Palmeiras voltou a encarar uma vantagem que teve nos últimos jogos: atuar com um adversário a mais. Matheus fez falta em Valdivia, tomou o segundo amarelo e foi expulso. A vantagem numérica e os três atacantes em campo fizeram o time do Palestra Itália dominar as ações.

Dois minutos depois do cartão vermelho, Valdivia fez passe perfeito para encontrar Adriano dentro da grande área, sozinho, cara a cara com o goleiro adversário. A bola bateu no lado do pé do atacante e foi parar muito longe. O time da capital continuava com o domínio da bola, mas parecia não saber o que fazer. A marcação de Júlio César dificultava a vida de Valdivia, único jogador do Palmeiras que mostrava alguns momentos de bom futebol.

Foi aí que o chileno resolveu o jogo. Aos 38 minutos, bateu falta perfeita, no melhor estilo Marcos Assunção. Dois minutos depois, fez ótima jogada, deu passe perfeito para Vinicius, que chutou travado e colocou o Palmeiras à frente.

FICHA TÉCNICA - NOROESTE 1 X 2 PALMEIRAS

Local:
Estádio Alfredo de Castilho, em Bauru (SP)
Data: 9 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Alberto Poletto Masseira (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Luciano Monteiro dos Santos e Guilherme Ceretta de Lima (ambos de SP)
Cartões amarelos: Matheus, Vandinho (NOR); Gabriel Silva (PAL)
Cartões vermelhos: Matheus (NOR)
Público: 5.024 mil pessoas
Renda: R$ 264.260,00

GOLS:
NOROESTE:
Giovani, aos 18 minutos do 1º tempo
PALMEIRAS: Valdivia, aos 38 minutos do 2º tempo, e Vinicius, aos 40 minutos do 2º tempo

NOROESTE: André Luis; Márcio Gabriel, Matheus, Hallison e Gleidson; Júlio Cesar, Tiago Ulisses, Giovani e Ricardinho (Aleilson); Vandinho e Diego (França)
Técnico: Lori Sandri

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção (João Vitor), Tinga (Vinicius) e Valdivia; Adriano e Luan (Max Santos)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Leia tudo sobre: palmeirasnoroestecampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG