Meia defende que Kleber continue como cobrador oficial, apesar das três cobranças que perdeu recentemente

O técnico Luiz Felipe Scolari promete refletir sobre os três pênaltis perdidos pelo atacante Kleber nos dois confrontos do Palmeiras contra o Santo André, pela Copa do Brasil. Não está descartada uma mudança. Porém, o meia Valdívia não pretende assumir a função.

Siga o iG Palmeiras no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

"Eu não bato, não quero nem chegar perto", avisa o chileno, que teria a opção de assumir as penalidades para aumentar o número de gols marcados pelo Palmeiras.

Aliás, Valdívia mostra-se desfavorável a uma modificação no batedor. Ele considera Kleber indiciado a continuar nas cobranças de pênaltis, apesar dos equívocos recentes do Gladiador contra o Santo André, que poderiam ser decisivos em uma fase mais importante da Copa do Brasil.

"O Kleber é o número um, não creio em uma mudança até pela confiança e a liderança que ele tem junto ao Felipão. Acho que vai continuar, tem a nossa confiança, é um amigo", destacou o Mago.

Em compensação, Valdívia é favorável a uma participação maior nas faltas ao lado de Marcos Assunção. Na vitória de quinta-feira contra o Santo André , o meia arriscou uma cobrança nas proximidades da área e acertou a barreira.

"O Felipão pede para que eu também faça a cobrança quando é próxima à área. Quando a falta é de longe, aí fica só com o Assunção, que tem um chute mais forte do que o meu", reconheceu Valdívia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.