Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Valdivia festeja atuação e projeta o ano de 2012

Meia chileno foi um dos destaques do Palmeiras na vitória contra o Bahia por 2 a 0

Gazeta |

nullO meia Valdivia foi um dos destaques da vitória do Palmeiras sobre o Bahia, por 2 a 0, neste domingo, e deixou o gramado do estádio de Pituaçu aprovando a própria atuação. Com o risco de rebaixamento sepultado, o meia já projeta melhorar em 2012.

Leia mais:
Palmeiras vence o Bahia e quebra jejum

"Acho que foi uma das minhas melhores partidas aqui no Palmeiras. A gente se prometeu terminar bem esse ano ruim e espero que, no ano que vem, eu possa jogar tudo que o torcedor espera de mim", discursou o chileno, que já declarou estar vivendo o pior ano da carreira.

Valdivia enfrentou uma série de problemas clínicos desde que retornou ao Palmeiras, em meados do ano passado. No primeiro semestre, sofreu lesão na coxa esquerda durante clássico contra o Corinthians e, quando estava próximo de terminar o tratamento, foi para a Copa América.

O Palmeiras é o 12º colocado. Veja a classificação atualizada do Brasileirão 2011

Depois do torneio na Argentina, passou a ser submetido a um trabalho especial do preparador físico Anselmo Sbragia e vinha em boa toada quando foi novamente convocado para a seleção e se lesionou no amistoso contra a Espanha. Ele se recuperou, engatou uma pequena série de partidas, mas acabou suspenso pelo STJD por duas rodadas e voltou contra o Bahia.

Fora de campo, teve problemas em seu casamento e acabou cortado da seleção chilena nas rodadas mais recentes das Eliminatórias por indisciplina. Confirmado para os clássicos contra São Paulo e Corinthians, nas rodadas finais do Brasileiro, ele espera deixar as turbulências para trás e se manter focado apenas no futebol.

"Eu tive muitos problemas de lesão, problema extra-campo... Uma vez que a cabeça fique no lugar, com certeza as atuações serão como o torcedor quer", prometeu o camisa 10, reiterando que não deseja deixar o clube.

"Eu fico. Quando voltei do Chile (após o corte na seleção), tive uma conversa com o César (Sampaio, gerente de futebol) e tanto ele quanto o Felipão esperam que eu fique aqui, eu quero ficar", acrescentou Valdivia.

Leia tudo sobre: PalmeirasValdiviabrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG