Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vaiado regularmente, Alessandro tem números positivos no Botafogo

Lateral-direito de 33 anos tem melhores números em passes e cruzamentos certos que colega de posição

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

A cena já virou rotina nos jogos do Botafogo no estádio Engenhão. Ao primeiro passe ou jogada errada, começam as vaias de boa parte da torcida para o lateral-direito Alessandro , de 33 anos. Apesar do apoio de treinadores - o técnico Caio Júnior pediu até que os 'corneteiros' não fosse mais ao estádio - e jogadores, a situação do atleta com a torcida parece ser inalterável em General Severiano.

Tanto que o experiente lateral aparece com melhores índices de acerto em passes, cruzamentos e perdas de bola que o lateral-esquerdo do Botafogo, Bruno Cortês , que tem sido destaque e elogiado pelo técnico Caio Júnior e pela torcida. Os números são da Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad .

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Enquanto Alessandro acertou dois cruzamentos em três jogos, com média de 0,7 por partida, Cortês teve dois acertos, mas em quatro jogos, média de 0,5 no campeonato. Em outro fundamento criticado pela torcida no jogador, o de passes, Alessandro também leva vantagem. Foram 134 passes certos nas três rodadas em que atuou, média de 44,7, contra 167 acertos em quatro jogos de Cortês, que tem média de 41,8.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

No número de bolas perdidas, Alessandro também se destaca. Foram três sofridas até aqui, média de uma por jogo, contra 15 de Cortês, que tem média de 3,8. Os dois ainda aparecem empatados no número de assistências, com uma para cada jogador.

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e convide seus amigos

No final de maio, Alessandro já havia revelado que irá cumprir o contrato com o clube carioca até o final, mas que não pretende renovar e deve mesmo deixar o clube em dezembro deste ano. Titular absoluto em 2010, com o técnico Joel Santana, o jogador alterou períodos entre o banco e a titularidade em 2011, com a chegada de Lucas , que estava no Figueirense.

Leia tudo sobre: botafogobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG