Tamanho do texto

Meia não foi poupado pela torcida botafoguense na goleada por 4 a 1 sobre o Madureira, no Engenhão

Mesmo com a elástica vitória do Botafogo sobre o Madureira, na última quarta-feira, por 4 a 1, o meia Renato Cajá não agradou a torcida presente. Errando alguns passes, o jogador foi vaiado no segundo tempo da partida, quando tocava na bola. O técnico Joel Santana elogiou a qualidade do meia, mas admitiu que o jogador sentiu as vaias dos botafoguenses.

"Ele é um jogador tímido, então acaba sentindo muito a vaia. Hoje não estava tão bem, mas tem qualidade, sabe fazer o que um bom 'camisa 10' faz. Tem aquele toque de qualidade, pode colocar um atacante na cara do goleiro com um bom passe", declarou o técnico Joel Santana.

O jogador também comemorou a vitória sobre o Madureira, mesmo com uma atuação cheia de altos e baixos do Botafogo. "O importante é que vencemos, o professor sempre vem nos pedindo a vitória e esperamos continuar com a mesma força e garra para mantermos este ritmo no decorrer do campeonato ", declarou Cajá.

Com nove pontos em três jogos, o Botafogo enfrentará o Olaria pela quarta rodada da Taça Guanabara, no Engenhão, no próximo sábado, às 17h. A equipe pode ter o reforço do lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro, que deve ser regularizado na Federação de Futebol do Rio de Janeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.