Tamanho do texto

Apesar do otimismo, técnico cometeu uma gafe ao chamar seu novo time de Bahia e só depois corrigir

O Vitória atualmente ocupa apenas o 15º lugar na classificação do Campeonato Brasileiro da Série B, com 17 pontos ganhos nas primeiras 14 partidas.

As quatro derrotas seguidas na competição, diante de Goiás, Portuguesa, Náutico e Boa Esporte culminaram na demissão de Geninho e posterior contratação de Vagner Benazzi, que foi apresentado nesta quarta-feira e já começou a trabalhar.

Depois de comandar o treino na parte da manhã, o novo treinador do Vitória já falou como tal, mas cometeu uma gafe durante sua apresentação: "Bahia é time grande, time de grande torcida. Lá fora todo mundo respeita o Bahia", disse, para depois corrigir: "Que Bahia, Vitória, Vitória, mas Bahia também é grande", brincando, já que também treinou o rival do rubro-negro no Campeonato Baiano de 2011.

O terceiro treinador do Vitória no Brasileirão garantiu estar motivado a realizar um grande trabalho: "Vai ser difícil, mas vamos procurar soluções. Estou muito empolgado. Vamos colocar o Vitória na Série A, porque tem o ditado do cavalo paraguaio, não é? Então espero que os times da frente sejam como cavalos paraguaios para que dê tempo de a gente chegar", disse o comandante, cheio de otimismo.

Gerente também é dispensado
Depois do anúncio das saídas de sete jogadores do elenco profissional do Vitória, a alta cúpula do time tomou outra decisão para diminuir os gastos e se enquadrar à realidade da Série B.

O gerente de futebol Oscar Yamato, desde dezembro na diretoria do clube baiano, foi dispensado após a chegada do novo diretor executivo, Newton Drummond, na última semana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.