Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vágner Benazzi considera empate justo, mas reclama de arbitragem

"O juiz deixou de expulsar dois ou três jogadores deles", protestou o técnico do Bahia após o jogo

Gazeta |

O técnico Vágner Benazzi reconheceu o baixo rendimento do Bahia diante do Feirense, no empate sem gols, na última quarta-feira. O treinador acredita que o seu time não fez por merecer a vitória e considerou a igualdade no placar um resultado justo.

"Foi um jogo difícil, como falei que ia ser. Quem fizesse o gol ganharia o jogo. Foi uma partida de bastante marcação no meio campo e acho que o resultado foi justo", declarou Benazzi, ao Bahia Notícias.

Apesar de conformado com o empate, o comandante não deixou de se queixar da arbitragem que, segundo ele, não coibiu o jogo violento do adversário. "Esperávamos uma partida dura, mas não violenta como foi. O juiz deixou de expulsar dois ou três jogadores deles", reclamou.

Com o resultado, o Bahia deixa para decidir sua classificação, para a próxima fase do torneio, na última rodada, contra o Serrano, às 16 horas de domingo, no Pituaçu. A situação dramática, porém, não incomoda Benazzi, que ostenta uma invencibilidade de cinco jogos no Bahia.

"Quando cheguei ao Bahia, a equipe estava fora do campeonato. O torcedor precisa ter calma que as coisas vão acontecer", prometeu o treinador que, quando chegou ao Tricolor, encontrou o time na quinta posição, com apenas sete pontos ganhos.

Leia tudo sobre: bahiavágner benazzicampeonato baiano 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG