Técnico quer a manutenção do elenco para conseguir recuperar o time na disputa da Série B

Velho conhecido do futebol paulista, o técnico Vadão foi apresentado oficialmente no São Caetano na tarde desta quarta-feira, e já comandou seu primeiro treino à frente da equipe do ABC. Com a missão de reerguer o time no campeonato, Vadão pregou tranquilidade e a manutenção do elenco para o restante do campeonato.

O técnico encontra o São Caetano ocupando a 14ª colocação no Brasileiro da Série B, apenas a um ponto da zona de rebaixamento, e perto de entrar em crise, depois de ter sido goleado pela Portuguesa por 5 a 2 e ter cedido o empate para o Sport após estar ganhando por 3 a 1 dentro de casa. Entretanto, o técnico acredita que não há motivos para se desesperar, já que o campeonato está no seu início.

"Vamos pensar na reação. O time tem qualidade nos jogos que assisti e não podemos nos alarmar, já que a dimensão ainda é pequena e estamos no começo da Série B. O intuito é deixar o São Caetano no lugar ideal", afirmou o treinador.

A respeito da manutenção da equipe, Vadão garantiu que não mudará o esquema tático do time e nem precisará da contratação de muitos reforços. Para ele, a solução para os problemas do São Caetano pode estar na própria equipe.

"O elenco tem qualidade, só que ainda não conseguiu demonstrar isso em termos de aproveitamento. Eu prefiro analisar o elenco. Às vezes o que precisamos pode estar aqui mesmo", argumentou Vadão.

O treinador ainda exemplificou sua insistência no esquema tático do Azulão com falhas encontradas nos jogos da seleção. "O melhor esquema de jogo é sempre aquele que vence. Em 2006, o Parreira tinha o quarteto fantástico e não foi a lugar algum. O Brasil, que tem o Neymar em boa fase, jogou com três atacantes contra a Venezuela (estreia na Copa América) e só empatou."

Para sua estreia, nesta sexta-feira, contra o Vila Nova, no Serra Dourada, Vadão não poderá contar com o meia Aílton e o atacante Nunes, que se recuperam de lesões. Contudo, a novidade na equipe pode ser o meia-armador Walter Minhoca, que já trabalhou com o treinador no Guarani e estava afastado do restante do grupo.

"É um jogo difícil, mas não podemos deixar de pontuar. Já passou da hora deste time reagir e nada como começar com uma bela vitória fora de casa. Nós temos totais condições de levar o São Caetano novamente à Série A", finalizou o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.