Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Universidad Católica consegue virada emocionante sobre Vélez fora

Com os 4 a 3 obtidos nos minutos finais, time chileno passou o argentino no Grupo 4 da Copa Libertadores

Gazeta |

A Universidad Católica conseguiu uma virada história na noite desta quinta-feira. Jogando na Argentina, os chilenos saíram na frente, viram o Vélez virar para 3 a 1 no primeiro tempo, mas mostrando grande poder de reação, fez três gols nos 15 minutos finais do jogo e virou para incríveis 4 a 3.

Com o resultado, a Católica chegou a quatro pontos, deixando pra trás o próprio Vélez, com três. Caracas e Unión Española, os outros dois times do grupo, jogam às 22h30 (de Brasília). Na próxima rodada, os líderes visitam os venezuelanos, enquanto os hermanos recem a Unión.

O jogo
O duelo praticamente começou 1 a 0 para os forasteiros, já que, em jogada rápida, a defesa do Universidad Católica afastou a bola com um chutão e ela sobrou para o atacante Gutierrez. Mostrando calma, ele esperou a passagem de Pratto e rolou para o companheiro, que limpou um zagueiro e bateu fraco. Barovero tentou agarrar, mas deixou a redonda passar por entre seus braços, levando um gol aos 40 segundos de partida.

Refeito do susto, o Vélez passou a pressionar os visitantes e, após algumas tentativas, conseguiu uma virada fulminante sobre os chilenos. Primeiro, aos 18 minutos, Maxi Morales cobrou falta na párea e Fernando Ortíz cabeceou sem chances para o arqueiro rival.

Um minuto mais tarde, em desatenção da zaga da Católica, o mesmo Morales recebeu após cobrança de lateral e cruzou para Giusti. Livre, o centroavante dominou e chutou firme, no ângulo, explodindo o estádio José Amalfitani.

Ainda antes do intervalo, veio o terceiro da equipe da casa. O lateral Papa aproveitou cruzamento vindo da direita e, como elemento surpresa, desviou de cabeça para o fundo do gol, colocando o Vélez em boa situação. Na segunda etapa, a Católica voltou mais ofensiva, e passou a assustar mais, principalmente após a expulsão de Ortíz, que fez falta dura em Gutierrez no meio-campo e recebeu o cartão vermelho direto.

Com mais espaço, os chilenos pecavam na hora de entrar na área e rival, e não levavam muito perigo. Por isso gol veio sem essa necessidade, já que Tomás Costa dominou na intermediária e acertou uma bomba, sem chances para Barovero. A bola bateu na trave e entrou no canto esquerdo do goleiro.

Aos 43, já perto do fim, veio o empate. Pratto recebeu na área e deu belo giro sobre o zagueiro. De frente para o gol, bateu de esquerda e empatou. Quando tudo parecia definido, os visitantes ainda conseguiram o quarto, em uma virada para ficar para a história.

Em contra-ataque fatal, Gutierrez lançou Canete, que deu lindo passe para Pizarro. Com muita classe, ele tocou na saída do goleiro, fechando o placar em 4 a 3.

Leia tudo sobre: futebol mundialcopa libertadores 2011chileargentina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG