Afastado por 10 dias, técnico conta com auxiliares para montar time do primeiro jogo no ano

Na sexta-feira Tite estava ansioso para iniciar logo os treinos com bola e esboçar a equipe que iniciará do Corinthians esta temporada. A inesperada cirurgia de hérnia a que ele foi submetido na noite de sábado o tirará de combate por pelo menos 10 dias e com isso um trio de auxiliares que pouco aparece, mas que trabalha diariamente com o treinador, terá a missão de mostrar a primeira cara do Corinthians em 2012, dia 15 de janeiro, em amistoso contra o Flamengo em Londrina.

Geraldo Delamore, Cléber Xavier e Tite durante treino do Corinthians em novembro
AE
Geraldo Delamore, Cléber Xavier e Tite durante treino do Corinthians em novembro
Fábio Carille, membro permanente da comissão técnica do Corinthians, além de Cléber Xavier e Geraldo Delamore, auxiliares de Tite há alguns anos, são os homens de confiança do treinador que aposta muito nos amistosos contra Flamengo e Portuguesa na montagem do time inicia o Campeonato Paulista. Tite tem a palavra final, mas o trio que assim como ele orienta e coordena trabalhos táticos e técnicos no campo, tem grande poder nas decisões tomadas na equipe.

Leia também: Tite rebate clichê do futebol e quer ver jogadores com a bola o quanto antes

“O grande sucesso do Corinthians não está só no grupo titular. O mérito é dado à comissão técnica. Fica o conhecimento ao Cleber Xavier, Fábio Carille e ao Geraldo Delamore que deram contribuição para que o grupo todo estivesse bem”, disse Tite, em março de 2011, quando a equipe iniciava a disputa do Campeonato Paulista invicta e com a liderança.

No sábado, Xavier fez alavanca para erguer Adriano que reclamava de dores nas costas
AE
No sábado, Xavier fez alavanca para erguer Adriano que reclamava de dores nas costas

E mais: Tite iguala Libertadores a Sul-Americana e pede "tesão" do Brasileiro

Desde outubro de 2010, quando assumiu o time do Parque São Jorge, Tite sempre usou o bom senso e o bom ouvido para analisar todas as possibilidades que seus jogadores lhe ofereciam. Carille, Xavier e Delamore estão entrosados com o treinador e os jogadores estão acostumados a ter de obedecer a direcionamentos do trio nos treinos. Sempre que Tite comanda um trabalho com titulares, um dos auxiliares coordena atividades com os reservas. Eles fazem relatórios para Tite analisar e avaliar se alguma mudança pode ser feita.

Durante o último Campeonato Brasileiro, no momento mais tenso da campanha que culminou no quinto título corintiano, a confiança dos auxiliares no desempenho de Paulo André e Wallace nos treinos dos reservas fez com que Tite mudasse a zaga antes do empate por 0 a 0 contra o São Paulo . O técnico sacou Chicão e o empate ajudou o Corinthians a respirar após duas derrotas seguidas.

“Treino a equipe principal, mas o Cléber (Xavier), o Fábio (Carille) e o (Geraldo) Delamore ficam trabalhando com os outros jogadores posicionamento, fazem linha de quatro defensiva, cobertura curta, bola viajada, diagonal de cobertura”, disse Tite na coletiva após o empate no Morumbi, reconhecendo mais uma vez a importância dos seus auxiliares.

Nesta foto de 2011, Tite observa treino ao lado de Carille
Bruno Winckler
Nesta foto de 2011, Tite observa treino ao lado de Carille

"Quem é Carille?"
No clube desde 2009, quando chegou por indicação de Mano Menezes, Fábio Carille não viverá algo inédito caso seja ele o treinador à beira do campo no amistoso contra o Flamengo no Estádio do Café. Antes de Tite assumir, Carille foi o treinador nos dois jogos que seguiram a demissão de Adilson Batista, em outubro de 2010. Ele treinou a equipe na derrota para o Vasco (2 a 0) e no empate contra o Guarani (0 a 0), ambas fora de casa.

Após o jogo em São Januário, no Rio, o ex-presidente Andrés Sanchez foi perguntado se Carille teria carta branca até a definição sobre o futuro técnico e o dirigente disse não conhecer seu funcionário. “Quem é o Carille? Não sei quem é o Carille”, disse ele à “Rádio Eldorado”, para logo depois se corrigir. “Ele e a comissão técnica têm carta branca total para fazerem o que acharem melhor”, completou.

Tite não poderá trabalhar nesta semana, mas não há dúvidas de que ele terá a mesma opinião que teve há 15 meses o hoje presidente licenciado. Porém, diferente de Andrés, conhecendo muito bem são Carille, Delamore e Xavier.

Entre para a torcida virtual do Corinthians e deixe comentários sobre os auxiliares de Tite

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.