Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Leonardo Silva pede apoio da torcida e aprova manutenção da base

Zagueiro acredita que a reação do Atlético-MG no Brasileirão passa pelo apoio dos torcedores alvinegros

Samir Carvalho, iG Santos |

O técnico Muricy Ramalho receberá três reforços importantes no treino do Santos desta sexta-feira, no CT Rei Pelé. Isso porque, Neymar , Paulo Henrique Ganso e Elano , que defenderam a seleção brasileira na Copa América da Argentina, voltam aos trabalhos após receberem três dias de folga .

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

O trio da seleção inicia a preparação para estrear no Campeonato Brasileiro. O Santos realizou oito jogos na competição nacional, e não contou com eles em nenhuma partida. Além da convocação para a Copa América, Neymar, Ganso e Elano foram poupados no inicio do Brasileiro, já que o Santos disputava as finais da Copa Libertadores da América.

O Santos está na 14ª colocação, com apenas 11 pontos. Em oito jogos, a equipe santista conquistou três vitórias, sofreu três derrotas e empatou duas partidas. Sem Neymar, artilheiro do time na temporada passada, o Santos só marcou nove gols na competição.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e ajude a manter o time no top 3 do ranking

A ausência do trio da seleção brasileira fez cair o desempenho do Santos em relação às finalizações, assistências e dribles, principais características de Neymar, Ganso e Elano. Segundo estatísticas do Footstats, o Santos é o time que menos finalizou no campeonato: apenas 69, média de 8,6 chutes ao gol por jogo. Em 2010, a equipe santista foi a que mais finalizou ao gol. Foram 38 jogos, com 561 dribles, média de 14,8 por partida.

Siga o Twitter do iG Santos e receba as notícias do time em tempo real

A média também caiu em relação aos dribles, principal virtude do time da Vila Belmiro no Brasileiro de 2010. Foram apenas 109 dribles em oito jogos, média de 13,6 por partida. Na temporada passada, os santistas ficaram na terceira colação no ranking dos dribles, com 624 e média de 16,4 por jogo. Neymar foi o campeão no quesito: aplicou 194 dribles, média de 6,3 por partida.

Já em relação às assistências, apesar da ausência de Ganso, o Santos mantém a média dos demais clubes, com oito assistências, duas a menos que o restante das outras equipes.

 

 

Leia tudo sobre: santosneymargansoelanobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG