Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tribunal cassa liminar e Americana confirma nova sede

Caso do Barueri foi usado pelo relator do processo para convencer o triubunal a deixar clube mudar de sede

AE |

O Americana Futebol Ltda está liberado para atuar na cidade de Americana no Campeonato Paulista e no restante da temporada de 2011. Isso porque o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) cassou a liminar que impedia a transferência do clube da cidade de Guaratinguetá, no Vale do Paraíba.

O relator do processo, o desembargador José Luiz Germano, usou como argumento o fato de que o clube é uma empresa privada e com fins lucrativos. Além disso, ele utilizou exemplos de outros clubes para reforçar a sua defesa - caso do Barueri que virou Prudente em 2010.

No final de novembro, o juiz da 4.ª Vara de Guaratinguetá, Walter Emídio Silva, deferiu uma liminar que proibia a saída do antigo Guaratinguetá da cidade, inclusive estipulando uma multa de R$ 1,6 milhão em caso de descumprimento. A alegação era de proteção ao patrimônio artístico, cultural, estético, histórico e turístico.

O Americana, que faz parte do Grupo Sony Sports, anunciou a mudança de sede em outubro deste ano. Após fechar o acordo com a prefeitura de Americana, a empresa efetuou o pagamento da taxa de transferência à Federação Paulista de Futebol (FPF).


RIO BRANCO 
O outro clube de Americana, o Rio Branco, vive uma crise política às vésperas da estreia no Campeonato Paulista da Série A-2. Nesta terça, a empresa Anjobol assumiu o controle do futebol do clube, após da suposta desistência da Agraben em ser sua patrocinadora master.

O Conselho Deliberativo do clube, porém, promete intervir na parceria feita pelo presidente do time, Roberto Zacharias. A primeira ação do novo grupo foi confirmar a demissão do técnico Claudemir Peixoto e a entrada de Napoleone Junior.

Leia tudo sobre: NACIONALESPORTES

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG