Tamanho do texto

O carro em que os três viajavam foi interceptado por delinquentes, que roubaram seus objetos pessoais

Um irmão e duas irmãs do ex-jogador Diego Maradona foram assaltados e feitos reféns por três homens que os interceptaram a bordo de seu carro na noite de segunda-feira, quando Raúl, Ana María e Rita Maradona voltavam de uma visita à mãe, internada numa clínica de Buenos Aires, capital argentina, por problemas cardíacos.

O carro em que viajavam três dos sete irmãos de Maradona foi interceptado por delinquentes armados que entraram no veículo e obrigaram Raúl a continuar dirigindo. Poucos quarteirões depois, Raúl conseguiu fazer uma manobra e se jogar para fora do carro em movimento, mas um dos assaltantes assumiu o volante e prosseguiu viagem com as duas mulheres como reféns. Raúl avisou a polícia e os bandidos decidiram logo em seguida libertar as duas irmãs de Maradona. As vítimas não foram agredidas, mas tiveram seus objetos pessoais roubados. O automóvel foi abandonado posteriormente.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.