Dorival Júnior vê a entrada de vários jovens jogadores no time como a grande conquista do Atlético-MG

nullO Atlético-MG perdeu a final do Campeonato Mineiro para o Cruzeiro e vai ter somente cinco dias para superar a derrota e pensa no próximo compromisso. Neste sábado, o time alvinegro estreia no Campeonato Brasileiro diante do Atlético-PR, na Arena do Jacaré. Para Dorival Júnior, o momento pede calma e paciência.

Os jogadores que estiveram em campo foram liberados e se reapresentam somente na quarta-feira. Enquanto isso, Dorival Júnior já começa a planejar o time para o Brasileirão. “O trabalho é continuo, se nós ganhássemos o campeonato também seria um trabalho de recuperação. O atleta chega com o emocional lá no limite. Mesmo se houvesse uma conquista teríamos de fazer um trabalho de reconstrução da equipe, claro que é diferente do que quando você perde. É ter calma, tranquilidade e um equilíbrio grande para buscar novamente uma recomposição”, disse Dorival, que ressalta o surgimento de vários garotos da base atleticana. Para o técnico do Atlético-MG, essa foi a maior conquista do time no Mineiro.

“Essa garotada que apareceu, deu uma resposta muito positiva. Sinto orgulho de vê-los jogar dessa forma, sem receio, com personalidade, partindo para cima. Isso é uma grande conquista do Atlético-MG, do trabalho do Atlético-MG. Fico contente com tudo isso”.

Mas a derrota gerou bastante reclamação por parte de Dorival Júnior. Para o treinador do Atlético-MG, Wilson Luiz Seneme apitou de forma diferente os lances da sua equipe e os lances do Cruzeiro. A maior reclamação está por conta de duas faltas cometidas por Gilberto nos primeiros minutos da partida, que no entender dos atleticanos seriam suficientes para dois cartões amarelos, logo, um vermelho.

“Foi apenas a falta de critério da arbitragem, apenas isso. Um árbitro experimentado, vivido, maduro e equilibrado como o Seneme (Wilson Luiz) não poderia ter sido tão influenciado como foi ao longo dos 90 minutos, infelizmente. Não tiro o brilho da vitória do Cruzeiro em momento nenhum, agora a falta de critério em relação às duas equipes foi muito grande. Isso é imperdoável para uma decisão”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.