Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Treinador diz que Henry deve jogar no Arsenal por dois meses

Maior artilheiro do clube inglês ocupará lugar de dois atacantes que vão jogar a Copa Africana de Nações

AE |

selo

Getty Images
Francês Thierry Henry (direita) em jogo na liga norte-americana contra David Beckham
Três semanas depois de ser imortalizado em uma estátua de bronze pelo Arsenal, Thierry Henry está muito perto de retornar ao clube inglês que o transformou em uma estrela global do futebol. O técnico Arsène Wenger disse nesta sexta-feira que o clube vai contratar o jogador francês por dois meses, se conseguir firmar o seguro exigido pelo New York Red Bulls, dos Estados Unidos.

Leia mais: Arsenal oficializa proposta de empréstimo por Henry

Wenger aposta em Henry, maior artilheiro da história do Arsenal, com 226 gols marcados entre 1999 e 2007, para compensar os desfalques dos atacantes Gervinho e Marouane Chamakh, que vão disputar a Copa Africana de Nações em janeiro. "Para cobrir por dois meses é o ideal", disse Wenger. "Ele tem a experiência e a qualidade. Ele conhece o clube e pode ajudar os jogadores dentro e fora do campo".

Veja também: Neymar ao lado de Henry e Beckham nos EUA

Henry, que está treinando no Arsenal durante o período de paralisação da liga norte-americana de futebol, encerrou a sua primeira passagem pelo clube em 2007 ao se transferir para o Barcelona. No dia 9 de dezembro, ele foi um dos homenageados na comemoração de 125 anos da fundação do clube inglês. O jogador foi às lágrimas ao ver sua estátua de bronze.

O francês poderá defender o Arsenal em sete partidas do Campeonato Inglês, incluindo um jogo em casa contra o Manchester United em 22 de janeiro, e no primeiro duelo com o Milan pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. "Eu sei que isso só pode ser positivo", disse Wenger. "Ele tem um talento excepcional, ele é um homem muito inteligente e tem um desejo de ajudar o clube. Mas é difícil medir o quão positivo é a sua influência".

Em campo

A estreia de Henry provavelmente aconteceria contra o Leeds, em 9 de janeiro, em duelo válido pela Copa da Inglaterra. Mas existe uma pequena chance, se os detalhes burocráticos foram resolvidos rapidamente, dela ocorrer no dia 2, em duelo contra o Fulham, pelo Campeonato Inglês. O francês deverá ser o reserva imediato de Robin Van Persie, que já fez 16 gols no campeonato nacional nesta temporada.

Pelo Arsenal, que o contratou após passagem pela Juventus, Henry faturou dois títulos do Campeonato Inglês e três da Copa da Inglaterra. No Barcelona, o francês permaneceu por três temporadas e depois de transferiu para o futebol norte-americano em 2010. No New York Red Bulls marcou 16 gols em 37 partidas disputadas.

Reconhecido por sua preferência por apostar em promessas, Wenger também tem promovido o retorno de veteranos ao Arsenal, como Sol Campbell e Jens Lehmann, para resolver problemas em um prazo curto. "Você e eu somos conscientes de que ele tem 34 anos, mas ele não perdeu sua classe ou sua inteligência", disse Wenger.

Leia tudo sobre: ArsenalInglaterraThierry Henry

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG