Discurso é valorizar partida de sábado como preparação para Copa América. Seis estiveram em campo em Porto Elizabeth

AFP
Júlio César tromba com Felipe Melo: Holanda venceu o Brasil na Copa
Seis jogadores convocados por Mano Menezes estiveram em campo na derrota para a Holanda nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul . Seis jogadores que foram eliminados, choraram (o goleiro Júlio César, principalmente), mas que no discurso antes do amistoso deste sábado (16h10), em Goiânia, rejeitaram a revanche. É apenas mais um jogo preparatório para a Copa América, de julho, na Argentina...

“Não tem isso (revanche). Times diferentes, épocas diferentes. Aquele jogo foi algo ruim, não merecíamos a eliminação, mas passou, O olhar agora é no futuro, Copa América, a Copa no Brasil (2014)”, disse Júlio César. O goleiro, que será titular no estádio Serra Dourada, era o mais abatido depois da eliminação de 2 de julho de 2010. Ele falhou no primeiro gol, gol contra de Felipe Melo (este numa mais foi convocado).

Além de Júlio, estiveram em campo em Porto Elizabeth o lateral-direito Maicon, o zagueiro Lúcio, o lateral Daniel Alves, que atuou como meia na vaga de Elano, que estava machucado, e os atacantes Robinho e Neymar.

“Não tem nada de revanche. É um jogo no Brasil, o primeiro do Mano, e temos que agradar aos torcedores. Só isso”, disse Robinho. Desde o final de 2009 que o Brasil não atuava em casa – será a primeira vez com Mano, que já comandou a seleção nos EUA, duas vezes na Inglaterra, na França, nos Emirados Árabes Unidos e no Catar.

Sem pressão

O goleiro Julio César no treino desta quarta, em Goiânia
AE
O goleiro Julio César no treino desta quarta, em Goiânia
Os holandeses preferiram se preparar para o amistoso no Rio de Janeiro, Só chegarão em Goiânia nesta sexta-feira, para reconhecimento do gramado do Serra Dourada. Na quarta (1 de junho) jogaram futevôlei na praia . A Holanda lidera o Grupo E das eliminatórias para a Euro 2012, praticamente classifica da para a fase final, que será na Polônia e na Ucrânia. Seu principal jogador, o meia Sneijder, da Inter de Milão, pediu dispensa com dores musculares. Ou seja, a preocupação da maioria dos atletas é com as férias de logo mais...

“Mas para nós vale. Não acho que seja revanche também, mas sim um jogo que prepara para uma competição importante, que é a Copa América. Vencer será importante para conseguir moral para jogar bem na casa da Argentina”, disse Daniel Alves.

Para Mano Menezes vale a primeira vitória em um clássico. Até agora foram sucessos contra EUA, Irã, Ucrânia e Escócia, equipes de menor expressão, e derrotas para Argentina e França .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.