Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Traído por irmão de John Terry, goleiro se suicida na Inglaterra

Dale Roberts descobriu caso extraconjugal da ex-mulher há sete meses. No início do ano, zagueiro do Chelsea esteve envolvido em escândalo semelhante

Pedro Taveira, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882821072&_c_=MiGComponente_C

O suicídio de um jogador da quinta divisão do futebol inglês voltou novamente os holofotes de forma negativa para a família de John Terry. Dale Roberts, goleiro de 24 anos do Rushden and Diamonds, foi encontrado morto após ser enforcado em sua casa na cidade de Higham Ferrers, na Inglaterra, na noite da última terça-feira. O incidente ocorreu sete meses após ele ter se separado de sua mulher, Lindsay Cowen, ao descobrir que ela mantinha um caso amoroso com Paul Terry, irmão do zagueiro do Chelsea e seu colega de clube. A imprensa inglesa dá como certo o suicídio, embora a polícia local ainda não confirme a causa do óbito.

Após a divulgação da notícia da morte de Roberts, torcedores do Rushden and Diamond pediram a expulsão de Paul Terry da equipe, de acordo com o jornal espanhol El Mundo Deportivo. Ainda segundo o periódico, o goleiro se separou de Cowen ao descobrir do caso dela com Terry e o novo casal assumiu o relacionamento. O ex-marido nunca superou a traição, tendo se recusado a jogar no mesmo time que Paul.

AFP
Wayne Bridge passa reto ao ver John Terry lhe estender a mão para cumprimentá-lo

Terry novamente
No início de 2010, John Terry foi acusado de manter uma relação extraconjugal com Vanessa Perroncel, ex-noiva de Wayne Bridge, seu ex-companheiro de Chelsea e seleção inglesa. Na ocasião, as consequências foram menos trágicas: Bridge pediu dispensa e Terry perdeu a braçadeira de capitão da equipe nacional.

Uma cena inusitada entre os dois aconteceu logo após o caso. Antes da partida entre Chelsea e Manchester City, novo clube de Brigde, pelo Inglês da temporada passada, o zagueiro viu o rival passar reto esticar sua mão para cumprimentá-lo.

Pouco tempo depois, o pai de Terry foi condenado a seis meses de prisão por venda de cocaína, enquanto a mãe foi flagrada furtando roupas.

Leia tudo sobre: futebol internacionalinglaterra

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG