Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tottenham vira sobre o Arsenal, faz 3 a 2 e quebra tabu de 17 anos

Após abrir 2 a 0, time de Arsene Wenger levou a virada e acabou derrotado no clássico da capital inglesa

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859394921&_c_=MiGComponente_C

No maior clássico da capital inglesa, o Arsenal fez dois gols no primeiro tempo, mas permitiu a reação do Tottenham no segundo tempo e acabou perdendo a partida por 3 a 2, em pleno Estádio Emirates, neste sábado. Além de emocionate, a virada conseguida pelos Spurs foi histórica, uma vez que resultou na quebra de um tabu de 17 anos sem vitórias do clube na casa do maior rival. Os gols do jogo foram marcados por Nasri e Chamakh, para o Arsenal, e por Bale, Van der Vaart e Kaboul, para o Tottenham.

A vitória conquistada levou o Tottenham à quinta colocação do Campeonato Inglês, com 22 pontos, o mesmo número do Manchester City. Dessa maneira, os Spurs encostaram na zona de classificação para a Copa dos Campeões da Europa do ano que vem. 

Já o Arsenal perdeu a chance de assumir ao menos provisoriamente a liderança do Campeonato Inglês. Com 26 pontos, a equipe poderá ficar cinco pontos atrás do Chelsea caso os Blues vençam o Birmingham, ainda neste sábado, às 13h (de Brasília), fora de casa.

Na próxima rodada do Campeonato Inglês, o Arsenal irá atuar contra o Aston Villa, fora de casa, no próximo sábado. Já o Tottenham voltará a jogar como mandante contra o Liverpool, no domingo, dia 28 de novembro.

AFP
Kabou sobe para marcar o terceiro gol e virar para o Tottenham sobre o Arsenal

O jogo
Em um início movimentado de partida, o Arsenal não demorou muito para demonstrar a sua superioridade em relação ao Tottenham. A equipe abriu o placar logo aos oito minutos, quando o volante Fábregas lançou Nasri do campo de defesa. No domínio, o francês driblou Assou-Ekkotto, mas adiantou muito a bola. Mesmo assim, aproveitando a hesitação do goleiro Gomes, o meia driblou o brasileiro e colocou a bola para o fundo das redes de pé esquerdo.

Com vantagem no placar, o Arsenal continuou trocando passes e quase não foi atacado pelo Tottenham. Aos 21 minutos, Fábregas arriscou chute perigoso de fora da área e a bola passou à direita do gol. Aos 26, em bela triangulação, os Gunners marcaram o segundo em linda triangulação de Fábregas e Arshavin, que acabou com o gol de Chamakh, que finalizou já dentro da área.

Sem maiores perigos para o time da casa, com exceção de um chute forte de Modric que Fabianski foi obrigado a espalmar, o primeiro tempo acabou em 2 a 0 para o Arsenal.

Para o segundo tempo, o Tottenham voltou com o atacante Defoe no lugar de Lennon. Com um time mais veloz e ofensivo, os Spurs logo chegaram ao primeiro gol. Aos quatro minutos, em um contra-ataque, os visitantes conseguiram pegar a defesa do Arsenal desprevenida. Depois de receber lançamento do campo de defesa, o meia Van der Vaart dominou a bola e só rolou para Gareth Bale, que dominou a bola pela direita, na entrada da área, e tocou no canto oposto do gol de Fabianski para diminuir a desvantagem.

O tento deu maior motivação para o Tottenham, que passou a pressionar o Arsenal nos minutos seguintes. Porém, quando os mandantes voltavam a dominar o jogo, uma bobeira do volante Cesc Fábregas acabou por oferecer o empate aos Spurs.

Em uma cobrança de falta do Tottenham, o espanhol estendeu o braço e colocou a mão na bola dentro da área. Pênalti claro, que o meia Van der Vaart agradeceu e não desperdiçou. Aos 21 minutos, o holandês bateu com categoria no canto direito de Fabianski e empatou a partida.

O fim da vantagem no placar fez o Arsenal voltar a pressionar o Tottenham. Aos 25 minutos, os Gunners tiveram um gol bem anulado, já que o zagueiro Squilacci estava impedido antes de um cruzamento na área feito por Van Persie. Um minuto depois, Fábregas arriscou de fora da área e a bola passou perto do travessão de Gomes.

Aos 32, ocorreu outro duelo entre o espanhol e o brasileiro. Em um chute colocado de Fábregas, Gomes se esticou todo para mandar a bola para escanteio. Apesar da pressão do time da casa, quem chegou ao gol foi o Tottenham, de maneira heroica, aos 40 minutos, quando Van der Vaart levantou a bola para a área e o zaguueiro Kaboul desviou de cabeça para marcar o gol da vitória do Tottenham, que encerrou um tabu historico e silenciou o Estádio Emirates.

Confira os jogos da 14ª rodada do Campeonato Inglês:

Sábado

Arsenal 2 x 3 Tottenham
Birmingham 1 x 0 Chelsea
Blackpool 2 x 1 Wolverhampton
Bolton 5 x 1 Newcastle
Manchester United 2 x 0 Wigan
West Brom 0 x 3 Stoke
Liverpool 3 x 0 West Ham 

Domingo
Blackburn x Aston Villa
Fulham x Manchester City

Segunda-feira
Sunderland x Everton

Leia tudo sobre: futebol internacionalinglaterrainglês 2010

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG