Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tottenham é melhor, mas fica no zero com o West Ham

Em jogo com poucas oportunidades de gol, as duas equipes não conseguiram refletir as chances em gols

Gazeta |

O Tottenham bem que tentou, pressionou, foi melhor, criou chances, mas não conseguiu movimentar o placar no duelo com o West Ham. Mesmo sendo em White Hart Lane, o jogo terminou em 0 a 0 e o Tottenham continua na quinta colocação, enquanto o West Ham é o 15º no Campeonato Inglês.

A equipe da casa criou muito mais chances que o adversário, chegou com perigo, mas esbarrou na falta de pontaria de seus jogadores de frente. Jermaine Defoe, da seleção inglesa, perdeu gols inacreditáveis. Além disto, o goleiro Green se destacou pelo West Ham.

AP
Volante brasileiro Sandro esteve aplicado na marcação durante o confronto


O jogo

Empolgado pela boa fase que vive na Copa dos Campeões, o Tottenham começou melhor a partida. Logo aos dois minutos, uma boa jogada de linha de fundo sobrou nos pés do zagueiro Dawson, que bateu com categoria, mas mandou a bola no travessão, quase marcando um belo gol.

Pouco depois, Bale, que voltava ao time titular depois de dois meses fora por conta de lesão, avançou pela esquerda e cruzou rasteiro. Esperto, Defoe antecipou-se à zaga e tocou de leve, tirando do goleiro. A bola, porém, saiu pela linha de fundo, com muito perigo.

Depois de o jogo ficar mais equilibrado por alguns minutos, o West Ham chegou forte e quase abriu o placar. O centroavante Carlton Cole ficou cara a cara com Gomes e tocou com o pé esquerdo, mas o arqueiro brasileiro conseguiu impedir a abertura do placar.

Criando muito, mas não conseguindo marcar gols, o Tottenham inverteu as posições de Lennon e Bale. Com isto, o jovem inglês passou a jogar pela esquerda e, em sua primeira jogada por lá, avançou, cortou para o meio e chutou na trave. A bola voltou para Defoe, que, desajeitado, não conseguiu completar para as redes, mesmo estando sozinho dentro da pequena área.

Assim como na primeira etapa, o Tottenham começou o segundo tempo indo para cima. Logo de cara, com menos de cinco minutos, Defoe perdeu mais um gol impressionante. Depois de grande jogada de Modric, o destaque da partida, o centroavante recebeu dentro da pequena área e teve tempo para dominar e bater, mas viu Green defender.

O time da casa continuou criando bastante e obrigando Green a fazer defesas. Em uma destas jogadas, Pavlyuchenko quase marcou um belo tentou em chute de fora da área, mas o arqueiro rebateu.

O lance mais impressionante da partida, porém, foi aos 40 minutos da etapa final. Jovem sensação, Garreth Bale bateu falta com perfeição, no ângulo, mas Green se esticou inteiro e foi buscar, dando um leve toque na bola, que fez com que ela batesse no travessão e fosse afastada pela zaga.
 

Leia tudo sobre: tottenhaminglaterrafutebol mundialwest ham

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG