Tamanho do texto

"Nenhum dos clubes tolera palavras de baixo calão, racismo, homofobia ou qualquer comportamento anti-social", informou o time

Adebayor tem causado polêmicas entre torcidas
EFE
Adebayor tem causado polêmicas entre torcidas
No dérbi de Londres no último domingo, vencido por 2 a 1 pelo Tottenham , torcedores do Arsenal proferiram cantos contra o togolês Emannuel Adebayor, em referência ao ataque sofrido pela delegação de Togo na Copa das Nações Africanas de 2010. Segundo os 'Spurs', os seus fãs também foram retirados do estádio por causa de mau comportamento. Seguidores dos dois clubes serão banidos do White Hart Lane após os culpados serem identificados e devidamente condenados.

"Nós ficamos muito decepcionados ao ouvir os cantos de nossos torcedores. Nenhum dos clubes tolera palavras de baixo calão, racismo, homofobia ou qualquer comportamento anti-social. Vamos trabalhar juntos para identificar os indivíduos envolvidos", declararam os dois clubes em um comunicado conjunto.

O técnico do Tottenham, Harry Redknapp, não economizou nas críticas. Ex-jogador do Arsenal, Adebayor ganhou a antipatia da torcida quando marcou um gol com a camisa do Manchester City e comemorou de forma efusiva e considerada provocativa pelos "Gunners".

"Houve coisas muito nojentas cantadas sobre mim, mas essa é a vida. Como você pode falar isso de alguém? Você não pode ter a mente saudável. Você precisa de ajuda. Emmanuel nunca disse nada para mim, mas acho que ele se arrepende do que aconteceu, mas, mesmo naquele momento, o que ele realmente fez?", indagou.

"Todos estavam provocando-o, ele correu para eles, escorregou de joelhos e disse: 'Eu marquei'. Talvez tenha sido um pouco exagerado, mas ele foi abusado durante 80 minutos e foi dessa forma que reagiu", acrescentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.