Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Torcida vaia Alecsandro, Sóbis e Roth em primeiro contato

Restante da equipe foi aplaudida no palco da decisão do terceiro lugar do Mundial. Colorados confraternizaram com italianos

Marcel Rizzo, enviado iG a Abu Dhabi |

No primeiro contato dos jogadores do Internacional com a torcida depois do vexame de perder para o Mazembe, da República Democrática do Congo, e ficar fora da final do Mundial de clubes, os atacantes Alecsandro e Sóbis e o técnico Celso Roth foram vaiados. O time está escalado com a mesma formação que perdeu na semifinal: Renan; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Guinãzu (se recuperou de dor na coxa direita), Wilson Mathias, Tinga e D’Alessandro; Alecsandro e Rafael Sóbis.

Os jogadores entraram no gramado do Zayed Sports City, em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), para o aquecimento antes da disputa do terceiro lugar contra o Seongnam Chunma, da Coreia do Sul (o jogo começa 12h de Brasília). Quando o time apareceu na boca do túnel que dá acesso ao vesitário ao gramado, houve aplausos. Os “perseguidos” foram vaiados quando tiveram o nome e a imagem aparecendo no telão.

A maioria dos torcedores colorados, estima-se 8 mil nos Emirados Árabes, estão hospedados em Dubai, cidade a 150 km de Abu Dhabi, e mais ocidentalizada. Na porta do estádio, muitos confraternizavam com torcedores da Inter de Milão, que chegavam cedo para a partida entre os italianos e o Mazembe, que começa 15h de Brasília. Um trailer da Inter, no qual era possível tirar foto ao lado troféu da Liga dos Campeões, foi atrativo também para os brasileiros.

Alguns, mais confiantes, exibiam faixas de que o Inter conquistará o Tri da Libertadores em 2011 e voltará ao Mundial de clubes. No ano que vem o torneio será realizado no Japão.

Leia tudo sobre: InternacionalMundial de clubeAbu DhabiCelso Roth

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG