Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Torcida protesta para Guarani entregar o jogo no domingo

Se o Guarani ganhar o jogo, então vai ser pelo dinheiro e não pelo clube. Não queremos mercenários, disse chefe de torcida bugrina

Agência Estado |

O Guarani já está rebaixado no Campeonato Brasileiro, mas está no centro da mídia nacional na semana decisiva da competição. O motivo é que o time de Campinas vai enfrentar o Fluminense, neste domingo, que está na disputa pelo título.

Sabendo disso, um grupo de torcedores promoveu um protesto nesta quinta-feira, em frente ao estádio Brinco de Ouro, mostrando uma posição contraditória. A torcida quer que o time perca e não ajude o Corinthians, como já teriam feito São Paulo e Palmeiras.

"O time está rebaixado e os jogadores ficam dando risada, achando normal. Ninguém liga para o Guarani. Até pouco tempo estávamos apoiando os jogadores. Faltando quatro ou cinco rodadas, eles entregaram o jogo e, por isso, estão incluídos no protesto", disse Rafael Ferreira Bueno, vice-presidente da Torcida Fúria Independente, principal organizada do clube.

Na frente do estádio, para o protesto, estavam entre 30 a 40 torcedores portando algumas faixas, três caixões para o enterro simbólico da diretoria, duas bandeiras do Guarani e uma do Fluminense. Durante a semana, surgiram inúmeros boatos dando conta de que o Guarani seria beneficiado com a chamada "mala branca". E a "onda" cresceu após a declaração do lateral-esquerdo Moreno, que teria recebido o contato de um dirigente do Corinthians para enviar o incentivo financeiro. Este valor seria de R$ 1,3 milhão e poderia ser engordado para até R$ 2,5 milhões.

O Guarani soma uma série negativa de 12 jogos sem vitórias e o vice-presidente da torcida afirma que se o time vencer agora, será pelo fato de ter dinheiro envolvido. "Se o Guarani ganhar o jogo, então vai ser pelo dinheiro e não pelo clube. Não queremos mercenários", completou.

Em relação ao time, o técnico Vágner Mancini deve apostar em dois jogadores revelados nas categorias de base para formar o ataque: Pablo e Douglas. No meio de campo, a dúvida fica por conta de Preto. Caso ele não tenha condições, Márcio Careca será deslocado para o setor e Fabiano ocupará a vaga na esquerda.

Leia tudo sobre: campeonato brasileiroguarani

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG